segunda-feira, 27
 de 
setembro
 de 
2021

Órgãos debatem segurança pública em Agudos do Sul

Reunião debateu segurança em Agudos do Sul. Foto: Assessoria/Prefeitura de Agudos do Sul

A segurança pública esteve em debate na noite desta terça-feira (13) em Agudos do Sul. Autoridades da Polícia Civil e da Polícia Militar de São José dos Pinhais e de Fazenda Rio Grande, que respondem por Agudos, representantes dos poderes executivo e legislativo locais e o Conselho Municipal de Segurança (Conseg) estiveram presentes em reunião que ocorreu na câmara municipal.

O presidente do Conseg, Luciano Biaobock, abriu a reunião falando da visita recente que uma comitiva do município fez a Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp), em Curitiba, e conduziu o encontro.

Um dos temas abordados foi a importância da população acionar a polícia para registro de qualquer tipo de ocorrência. Segundo o tenente coronel Robson Alves, do 17º Batalhão da PM de São José, são estas estatísticas que embasam o direcionamento de policiamento e ações para as regiões. Ele também falou sobre a estrutura da PM e da necessidade ainda do apoio da comunidade.

O prefeito Jessé Zoellner citou que vem sendo tentado o estabelecimento de um convênio entre a prefeitura e Sesp no sentido de facilitar o registro de boletins de ocorrência por parte da população, para que as estatísticas retratem a realidade. “Com os números corretos, a polícia vai saber o que tem de errado e assim pode direcionar os trabalhos”, disse Jessé.

As autoridades policiais também responderam questionamentos feitos pelo presidente da câmara, Nide Ferreira, e por demais vereadores presentes.

Autoridades presentes na reunião de segurança em Agudos. Foto: divulgação

Caso Ratinho – Um dos temas levantados na reunião foi de Jailson Ratinho, acusado de abusar de uma criança em Agudos e que fugiu da delegacia de Fazenda Rio Grande no final de junho. O investigador Caixão, da Polícia Civil, disse que, com investigação a profissionalismo, as forças de segurança irão pegá-lo. “Não vamos transformar ele num Lázaro que ele não é, mas vamos dar uma resposta à população de Agudos. Nós vamos pegar ele”, afirmou.


Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email