segunda-feira, 29
 de 
novembro
 de 
2021

Obra de iluminação da Rodovia João Leopoldo Jacomel entra na fase de habilitação

O DER/PR está licitando a obra de iluminação viária do trecho, que contempla os municípios de Pinhais e Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba. Os documentos estão em análise pela comissão de julgamento, que vai publicar o resultado em Diário Oficial e no portal Compras Paraná, já definindo a vencedora da licitação. Foto: Jorge Woll/DER

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) abriu nesta quarta-feira (20) os envelopes com documentos de habilitação para a obra de manutenção da iluminação pública na Rodovia Deputado João Leopoldo Jacomel (PR-415), nos municípios de Pinhais e Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba. Quatro empresas participam nesta etapa, tendo já apresentado propostas de preços que atendiam todos os critérios do edital de licitação.

Os documentos estão em análise pela comissão de julgamento, que vai publicar o resultado em Diário Oficial e no portal Compras Paraná, já definindo a vencedora da licitação. Essa publicação abre período de cinco dias para interposição de recursos, e igual período para contrarrazões, caso haja recursos.

Vencida esta etapa, iniciam os trâmites internos para assinatura de contrato e emissão da ordem de serviço para início da obra.

Está prevista a instalação de novos postes, nova fiação elétrica e demais equipamentos necessários, com o objetivo de alterar a rede elétrica subterrânea para rede aérea nos trechos mais vulneráveis, e substituir os dispositivos atualmente danificados. O prazo de execução é de 120 dias (4 meses), com previsão que os serviços causem o mínimo de intervenções possível nas pistas ou faixa de domínio da rodovia.

FURTO – A iluminação central da Rodovia Deputado João Leopoldo Jacomel foi alvo de furto de fiação elétrica em duas ocasiões durante o andamento da obra de duplicação do trecho, e uma terceira vez após a conclusão. Ela foi executada utilizando rede subterrânea, uma solução que visa proteger os cabos de energia da ação do clima, mas que neste caso tornou-os vulneráveis à depredação e furto.

 

Fonte: AEN/PR

 

 



Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email