sexta-feira, 1
 de 
julho
 de 
2022

O fim da reeleição

O fim da reeleição passaria a valer para os prefeitos eleitos na eleição do próximo ano/Foto: DivulgaçãoEstá na eminência de ser votada pelo Senado Federal a Proposta de Emenda a Constituição (PEC) que proíbe a reeleição no Executivo. É bom lembrar que a matéria já foi aprovada pelos deputados, ou seja, já esta com meio caminho andado. A proposta de emenda constitucional prevê que são inelegíveis para os mesmos cargos no período imediatamente seguinte o presidente da República, governadores e prefeitos, bem como quem os substituírem nos seis meses antes das eleições. A regra não valeria para os prefeitos eleitos em 2012 e os governadores em 2014.
O fim da reeleição passaria a valer para os prefeitos eleitos na eleição do próximo ano. Como sempre, há posições favoráveis e contrárias, mas neste momento existe uma ligeira vantagem para que a proposta seja aprovada. E você, eleitor, o que pensa disso?
Muito políticos relatam que um mandato é pouco para desenvolver um bom programa de governo, ampliar serviços e executar obras. Lembram que muitas vezes um projeto precisa de tempo, entre disponibilidade de recurso, licitação, execução e funcionamento. Já outros pensam que dois mandatos criam muitos vícios, perde-se foco e desestimulo.
Ainda em se tratando da PEC do fim da reeleição, há outros movimentos. Alguns prefeitos de segundo mandato, por exemplo, estão vendo que muito antes do esperado poderão estar disputando outra eleição. Sendo assim, se aprovada a PEC, eleger sucessor pode ou não ser um bom negócio.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email