sábado, 20
 de 
julho
 de 
2024

Na região, 4,7 mil eleitores terão mudança de local de votação

Eleitores devem estar atentos para a mudança do local de votação na eleição do próximo mês. Foto: Arquivo/O RegionalMuitos eleitores do suleste paranaense deverão estar atentos aos seus locais de votação nas eleições gerais do próximo dia 7 de outubro. Um total de 21 seções eleitorais sofreram mudança de endereço, afetando 4.742 pessoas em cinco municípios.

Grande parte das seções com alterações de local está na 144ª Zona Eleitoral, nas cidades de Fazenda Rio Grande, Mandirituba e Agudos do Sul. Segundo a chefe de cartório Samantha Balduino dos Santos Ferst, entre os principais motivos para as mudanças de local de instalação de urnas estão demolição de escolas ou mesmo obras de reforma.
Piên também passou a fazer parte desta zona e, por este motivo, houve alterações na numeração das seções deste município. “Haverá orientações aos eleitores quanto a isso”, explica a chefe de cartório da Fazenda. Também houve alterações de numeração em Contenda, que agora faz parte da 50ª Zona Eleitoral, de Araucária.

Seções de votação. Foto: Arquivo/O RegionalNa 11ª Zona Eleitoral, as mudanças ocorreram em Quitandinha e Rio Negro, onde vários locais de votação foram extintos, sendo ao todo oito. O chefe de cartório Robson Machado Felicio dos Reis comunicou que em Campo do Tenente não houve alterações. Em Tijucas do Sul, que pertence a 199ª Zona Eleitoral, de São José dos Pinhais, o cartório informou que não há mudanças.

Na Lapa, da 10ª Zona Eleitoral, quatro seções foram agregadas a outras no mesmo local de votação, ou seja, sem mudança de endereço. O chefe de cartório Daniel Leal Ganzert detalha que são 532 eleitores do município com nova seção, mas nos mesmos locais nos bairros Palmital de Baixo, Alves Cardosos e São Lucas. Nas cidades atendidas pelos cartórios eleitorais de Fazenda Rio Grande e Rio Negro também há casos parecidos de agregação de seções. Na grande maioria destes casos de agrupamento, o motivo é que muitas seções tinham um número muito baixo de eleitores.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email