sexta-feira, 24
 de 
setembro
 de 
2021

Mandirituba fortalece incentivo às empresas para geração de empregos

Em visita a empresa Fundimax, secretário conheceu as demandas e vem auxiliando os empresários a terem suporte nas solicitações. Foto: DivulgaçãoCom o intuito de fomentar a atividade empresarial no município e aquecer a geração de empregos, a Secretaria de Indústria, Comércio, Turismo e Trabalho de Mandirituba vem trabalhando em várias frentes para dar um suporte maior às empresas.

De acordo com o secretário da pasta, Alex de Paula, uma das linhas em destaque é a regularização dos terrenos da área industrial. “Temos empresas que estão instaladas há anos neste espaço e não têm a propriedade documentalmente correta. Para solucionar este impasse, estamos avançando nas tratativas com a Comec e, em breve, deveremos acertar esta questão, possibilitando até mesmo que novos empreendimentos possam se instalar”, detalha Alex.

Uma das empresas que necessitam desta regularização é a Fundimax, que ampliou sua produção nos últimos três anos. “Assim como visitamos os comerciantes, também temos buscado acompanhar com mais ênfase as indústrias. A Fundimax é um exemplo de sucesso e esta documentação do imóvel possibilitará que a empresa avance ainda mais, tendo acesso a novas linhas de crédito”, salienta Alex.

Fundimax é uma das empresas que têm se desenvolvido e ampliado a produção. Foto: Divulgação

Outro ponto trabalhado pela prefeitura está em acertar a parte burocrática das empresas para que elas trabalhem de forma regularizada. “Centenas de microempreendedores e autônomos tiveram a documentação legalizada e, além de contribuírem com o município, passaram a ter acesso a auxílios”, enfatiza Alex, citando também os programas de financiamento disponibilizados. “Com condições de juro e prazos para pagamento acessíveis, muitos empreendedores estão obtendo o crédito necessário para potencializar as atividades”, ressalta.

Em parceria com outras secretarias, estão sendo ofertados ainda diversos cursos profissionalizantes gratuitamente. “É outra forma de auxiliar as empresas a crescerem, fornecendo mão de obra qualificada. Paralelamente, contamos com profissionais preparados e que podem prosperar no mercado de trabalho”, conclui Alex.

Números – O trabalho realizado pela prefeitura tem resultado em importantes avanços e gerado renda. Em 2017, o município contava com menos de 800 microempreendedores individuais (MEIs) regularizados, passando atualmente para 1.700, os quais, segundo estudos do Sebrae, movimentam em média R$ 2.500,00 mensais cada. Já no fornecimento de crédito, por meio das linhas da Fomento Paraná, os Meis registraram a contratação de R$ 670 mil em 2019.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email