domingo, 7
 de 
agosto
 de 
2022

Lapa contará com destacamento do Corpo de Bombeiros

Bombeiros apresentaram aos moradores o trabalho realizado. Foto: Assessoria de Imprensa/Prefeitura da LapaA presença de um destacamento do Corpo de Bombeiro na Lapa está prestes a acontecer e deverá trazer inúmeros benefícios à toda a população. A cidade receberá o efetivo de 16 bombeiros militares, sendo um oficial comandante, três para serviços administrativos e doze operacionais.
O trabalho do Corpo de Bombeiros funciona juntamente à Defesa Civil, em imóvel cedido pela prefeitura, no antigo Módulo Esportivo da Vila São José, que está recebendo adaptações e reformas. Além da assistência na prevenção e combate a incêndios e outros incidentes, não será mais preciso se deslocar até Araucária para solicitar vistorias ou encaminhar e acompanhar projetos de prevenção contra incêndio.
A prefeita Leila Klenk esteve presente na audiência pública realizada pela câmara municipal nesta semana e destacou a importância desta conquista. “A implantação do Corpo de Bombeiros é uma conquista que a cidade merecia há anos. A prefeitura está oferecendo todas as condições para a instalação da unidade, pois acredita que a Defesa Civil, que faz um trabalho brilhante, se fortalece com esta presença dos bombeiros militares, pois teremos um avanço que demonstra cuidado com a vida das pessoas”, ressaltou.
Funrebom – O Tenente Spagnol, que será designado para comandar o destacamento da Lapa, também esteve presente na audiência e explicou sobre o funcionamento da unidade e a necessidade de aplicação da Taxa para o Fundo de Reequipamento do Corpo de Bombeiros (Funrebom). A taxa será paga pelos proprietários de residências e estabelecimento comerciais e industriais a partir do próximo ano. O anteprojeto de lei, já enviado pela prefeitura à câmara, prevê que residências com até 60 m² serão isentas e casas entre 60 a 150 m², por exemplo, terão uma taxa de R$ 15,95 ao ano. Os recursos arrecadados, cerca de R$ 100 mil anuais, serão utilizados exclusivamente para a manutenção de viaturas e equipamentos da corporação. A aprovação da taxa, por parte dos vereadores, é o passo seguinte para a concretização do projeto. Spagnol ressaltou ainda que a Lapa já havia aprovado a Lei nº 698, em 1978, que tratava da previsão de instituição do Funrebom no município. Após quase 40 anos, a cidade será a 52ª do Paraná a contar com uma unidade do Corpo de Bombeiros.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email