terça-feira, 9
 de 
agosto
 de 
2022

“Janela” de filiação

Esse será um mês de grande movimento no meio político. Até o próximo dia 2 de abril está liberada a desfiliação e filiação partidária sem risco de perda de mandato. Ou seja, vereadores, deputados e até prefeitos poderão trocar de sigla sem ter que deixar suas funções. Chamado de “janela”, esse período provocará diversas mudanças no quadro político das cidades e do estado. E, curiosamente, mudanças no andar de cima podem ter reflexos no andar de baixo.
A grande debandada deverá ocorrer no Partido dos Trabalhadores (PT). Muitos vereadores e pré-candidatos já deixaram ou estão deixando a sigla por conta do desgaste provocado com a Operação Lava Jato. Há também quem pense em deixar o PSDB, devido ao episódio do dia 29 de abril, quando professores entraram em conflito com a Polícia Militar no Centro Cívico, em Curitiba. E há aqueles que vão trocar de partido para seguir seus candidatos a prefeito e seus deputados.
Quem não tem mandato e pretende ser candidato, também pode se filiar até o dia 2 de abril, desde que o domicílio eleitoral no município seja superior a um ano do dia da eleição.
Em resumo, o mês de março será intenso no meio político e uma importante peça de xadrez para quem vai disputar eleição e principalmente para aqueles que estão formando time com a mesma finalidade. Nas cidades da região, tem muita gente olhando para o que acontece no cenário estadual, um passo antecipado aqui pode conflitar com mudanças futuras de possíveis apoiadores.
O curioso é que nem sempre o destino desejado é o melhor lugar para vencer uma eleição. Sobretudo, é necessário paciência, frieza e até um pouco de sorte.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email