segunda-feira, 8
 de 
agosto
 de 
2022

Inflação do material escolar leva papelarias a oferecer linha de produtos mais barata

Papelarias têm que ser criativas para que os clientes encontrem preços mais em contaO início do mês janeiro é marcado por diversos compromissos financeiros para as famílias. Para aqueles que têm filhos em idade escolar, um deles é a corrida pelos materiais para os estudos.
Neste ano, um fato em particular pode adiar o período de maior procura. É que, devido à greve dos educadores do ano passado, alguns colégios do Paraná estão com o calendário atrasado, inclusive com casos de escolas com aulas de 2015 ainda a serem concluídas. Com isso, o início do ano letivo deste ano será somente em 29 de fevereiro.
Em alguns municípios do suleste paranaense, as aulas da rede municipal começarão antes desta data, e é baseado nisso que os comerciantes esperam que a venda do material escolar fique mais aquecida já nas próximas semanas. Paulo Cerqueira, do Bazar e Papelaria Santa Rita, de Agudos do Sul, relata que a procura está crescendo, com tendência de melhora.
Ele conta que já iniciou o ano com o estoque reforçado para a venda dos materiais. Segundo Paulo, já que os valores dos artigos foram subindo gradativamente durante o ano e agora estão em média 20% mais caros do que no início de 2015, o estabelecimento buscou oferecer uma alternativa com linha mais barata, também considerando que é um período de dificuldades. “Mas continuamos também com as marcas mais tradicionais”, enfatiza. Destaca ainda que possui as listas de material das escolas da cidade.
Em Quitandinha, a atendente Gisele Zaleski diz que o comércio está preparado, porém ainda não contabiliza boas vendas por conta do ano letivo de 2015 que ainda não acabou. “Acreditamos que a maior venda do material seja feita no próximo mês”, descreve.
Uma alternativa utilizada pelos pais para economizar também é pesquisar preços. Pesquisa recente do Procon do Paraná em Curitiba aponta que a diferença de um mesmo produto pode chegar a 214% de um para outro estabelecimento.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email