terça-feira, 22
 de 
junho
 de 
2021

Hospital Cristo Rei adquire aparelhos e prepara leitos para o coronavírus

Novos equipamentos já estão sendo instalados e sendo colocados à disposição da equipe do Hospital Cristo Rei. Foto: Arquivo/O RegionalA pandemia causada pelo novo coronavírus chamou a atenção para a necessidade de ampliar a estrutura de trabalho dos hospitais em todo o Brasil. Na região, a prefeitura e a câmara de vereadores de Quitandinha trabalharam neste sentido para qualificar o suporte de equipamentos do Hospital Cristo Rei.

Para possibilitar este investimento, a câmara repassou à prefeitura o valor de R$ 500 mil para desenvolvimento de ações ligadas à área da saúde e da assistência social no enfrentamento à pandemia. Em uma dessas frentes, o poder executivo destinou R$ 150 mil ao hospital, que vem fazendo uso deste recurso na compra e locação de equipamentos, além da aquisição de medicamentos e de itens para proteção individual da equipe de trabalho.

Segundo a gerente administrativa do hospital, Irene das Graças Piontkievicz Oliveira, diante da dificuldade em adquirir aparelhos devido ao mercado não atender a demanda, foi necessário realizar a locação de equipamentos pelo período de três meses. “Locamos um respirador de transporte, monitor cardíaco, desfibrilador e dois aspiradores cirúrgicos”, detalha.

Paralelamente, o hospital adquiriu um respirador de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), cilindros de oxigênio e de ar comprimido, além de materiais necessários para intubação. “Com estes equipamentos, montamos três leitos em uma ala de enfermaria para atender pacientes em casos graves. Com toda esta estrutura, é possível estabilizar o paciente e dar todo o suporte para o deslocamento aos hospitais de referência aos casos da Covid-19”, explica Irene. O hospital também reservou outros três leitos para casos leves.

Além dos equipamentos, o hospital ampliou a compra de medicamentos e materiais de proteção individual. “São diversos itens que são necessários no tratamento dos pacientes e para dar o suporte que a equipe precisa. Até o momento, utilizamos cerca de R$ 130 mil do recurso extra que foi repassado”, conta Irene, lamentando o aumento no preço dos produtos. “Houve uma procura grande e os valores também extrapolaram. Um exemplo são as máscaras, a comum que antes era adquirida a R$ 0,50 a unidade e que agora está mais de R$ 5,00 e a cirúrgica que passou de R$ 8,00 para mais de R$ 30,00”, lamenta.

A gerência do Hospital Cristo Rei ressalta que os leitos próprios disponibilizados para o atendimento ao coronavírus somente serão ocupados caso as vagas nos grandes centros já estejam todas preenchidas, sendo uma medida de prevenção se houver uma superlotação no sistema de saúde.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email