quinta-feira, 16
 de 
setembro
 de 
2021

Governo do Paraná anuncia programa com 215 colégios cívico-militares

Governador Ratinho Junior destacou a inovação que a implantação do programa proporcionará a rede de ensino. Foto: Geraldo Bubniak/AENEm cerimônia realizada no Palácio Iguaçu, na última segunda-feira, o governador Carlos Massa Ratinho Junior anunciou que o programa de colégios cívico-militares será implementado em 215 unidades estaduais de 117 municípios paranaenses a partir de 2021. O investimento direcionado a cerca de 129 mil alunos será de cerca de R$ 80 milhões, e este é considerado o maior projeto do país nessa área.

Conforme o planejamento, a nova modalidade de ensino funcionará com gestão compartilhada entre militares e civis em escolas do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e no Ensino Médio. As aulas continuarão a ser ministradas por professores da rede estadual, enquanto os militares serão responsáveis pela infraestrutura, patrimônio, finanças, segurança, disciplina e atividades cívico-militares, havendo também um diretor-geral e um diretor-auxiliar civis, além de um diretor cívico-militar e de dois a quatro monitores militares, conforme o tamanho da escola. Na região, os projetos serão implantados em Fazenda Rio Grande, Lapa, Mandirituba, Quitandinha e Rio Negro.

O governador Ratinho Junior destacou a inovação que o projeto proporcionará na rede de ensino. “Esse programa será transformador para o Paraná. Para entregar a melhor educação do Brasil precisamos ampliar os projetos e trazer novas ideias”, afirmou Ratinho Junior, pontuando que a média das escolas cívico-militares no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) é 20% maior do que na educação tradicional. “Esse é um modelo vencedor. Se é vencedor, queremos ofertar essa modalidade. A implantação será feita de forma democrática”, destacou.

Ratinho Junior também falou que o programa está dentro do contexto do avanço dos índices do Ideb, como o salto para terceiro lugar no Ensino Médio, destacando projetos pedagógicos de educação financeira, que será implementado em 2021, e aulas de programação já disponibilizadas a 10 mil alunos, além do Prova Paraná, com ampliação da etapa de treinamento e reavaliação dos conteúdos ensinados, e o Presente na Escola, de monitoramento e controle da evasão escolar, com resgate de mais de 60 mil estudantes. “Não era razoável o Paraná estar em sétimo lugar no Ideb. Esses mecanismos inovadores fizeram com que o Estado conseguisse essa mudança no eixo de evolução. Agora estamos trazendo uma nova modelagem para a população escolher. A ideia é fazer com que os nossos alunos tenham dedicação, disciplina, respeito aos professores e colegas. Queremos um ambiente cada vez mais saudável nas nossas escolas”, acrescentou.

O secretário estadual da Educação, Renato Feder, também destacou a implementação do projeto. “Teremos aulas adicionais de português, matemática e civismo, para estudar leis, Constituição Federal, papel dos três Poderes, ética, respeito e cidadania. Os alunos vão estudar mais. E no Ensino Médio a principal mudança é a implementação da educação financeira”, afirmou Feder. “A educação está se transformando no Paraná. É um modelo que acreditamos para o futuro”, concluiu.

Os colégios foram selecionados pela Secretaria de Educação e do Esporte e haverá uma consulta à comunidade
escolar para oficializar a indicação. As unidades do programa de colégios cívico-militares foram selecionadas em municípios dos 32 Núcleos Regionais de Educação (NREs) com mais de dez mil habitantes e que tenham
ao menos duas escolas estaduais na área urbana, além das características como alto índice de vulnerabilidade social, baixos índices de fluxo e rendimento escolar e que não ofertem ensino noturno. Esses critérios foram delimitados na lei estadual, aprovada pela Assembleia Legislativa, para que pais e mães possam escolher o modelo educacional que deseja para o filho.

Colégios Cívico-militares. Arte: O Regional

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email