quarta-feira, 4
 de 
agosto
 de 
2021

Governador entrega 1.211 automóveis aos 399 municípios para reforçar Saúde da Família

O Governo do Estado entregou nesta quarta-feira (30) 1.211 automóveis para as secretarias municipais de saúde dos 399 municípios do Paraná. Os carros vão reforçar a estratégia da Saúde da Família, que presta atenção primária e leva o atendimento médico para dentro da casa dos paranaenses.

Esta é a maior renovação da frota da Saúde no Paraná, com investimento total de R$ 41,7 milhões pelo Governo do Estado. Inicialmente, o valor aproximado de cada veículo era de R$ 46,3 mil, mas foi para R$ 34,5 mil por unidade após licitação realizada pelo Estado. Os carros são do modelo Gol, da Volkswagen, e têm motor 1.0, ar condicionado, direção hidráulica e quatro portas.

O programa dá sustentação à política de cuidado aos idosos. Com a pandemia, a estratégia será ampliada para o acompanhamento de pacientes que já tiveram Covid-19. Assim, os automóveis dão mais autonomia a agentes e equipes de saúde em cada município para o deslocamento até os pacientes, monitorando a evolução de possíveis sequelas causadas pelo coronavírus.

“É um dia muito importante para a Saúde do Paraná porque reforça a parceria com os municípios. Esses veículos vão ajudar no atendimento da família, focado nos idosos e também nas pessoas que tiveram alguma sequela da Covid-19. São equipamentos doados aos municípios, vamos estar mais próximos das pessoas”, afirmou o governador Carlos Massa Ratinho Junior.

A expectativa é que os veículos possibilitem a realização de 100 mil consultas por mês em todo o Paraná. “Se cada um destes automóveis fizer cinco visitas domiciliares diárias, o que é pouco, serão 6 mil em todos os municípios todos os dias. Em vinte dias úteis no mês, teremos 120 mil visitas domiciliares. Em um ano teremos em torno de 1,5 milhão visitas. É a equipe de saúde do município na casa do paranaense”, explicou o secretário estadual de Saúde, Beto Preto.

Segundo ele, a estratégia garante um atendimento mais humanizado às famílias que sofreram com a pandemia, apesar da licitação ter sido preparada antes, em 2019. “Este ato vai ajudar os municípios do Paraná a fortalecer a estratégia de saúde da família dentro do seu território. Estes carros servem diretamente para o transporte dos profissionais para as visitas domiciliares. Eles já estavam sendo preparados para entrega, dentro da nossa expectativa de fortalecer a atenção básica em saúde, desde o primeiro ano de gestão, mas chegam em boa hora nos 399 municípios”, acrescentou o secretário.



Os carros serão divididos entre de acordo com a quantidade de equipes disponíveis em cada localidade. De acordo com a resolução da Secretaria da Saúde nº 585/2021, assinada nesta quarta-feira (30), os carros serão entregues aos municípios sem qualquer contrapartida.

NECESSIDADE – Segundo o presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Paraná (Cosems) e secretário municipal de Mangueirinha, Ivoliciano Leonarchick, o apoio ganha ainda mais relevância diante da emergência em saúde pública vivida no País. “A gestão técnica em relação às famílias é fundamental nesse momento em que estamos vivendo. É gesto carinhoso com os municípios do Estado”, afirmou.

O prefeito de Jesuítas e presidente da Associação dos Municipios do Paraná (AMP), Júnior Weiller, afirmou que o apoio do Estado aos municípios já se tornou referência nacional. “Mesmo na crise o Governo do Estado continua investindo recursos para melhorar a qualidade de vida dos paranaenses”, acrescentou.

Guto Silva, chefe da Casa Civil, ressaltou que os recursos são fruto de um esforço coletivo e de gestão integrada com diversos poderes. “Esses veículos são fruto de boa gestão, economia, equilíbrio e paz entre as instituições. Não temos ruídos. Esse é o segredo do Paraná para levar mais qualidade de vida para os municípios”, arrematou.

SAÚDE DA FAMÍLIA – A saúde da família está no primeiro nível de atenção no Sistema Único de Saúde (SUS) e é considerada uma estratégia para o fortalecimento da atenção básica. A partir do acompanhamento de um número definido de famílias, localizadas em uma área geográfica delimitada, são desenvolvidas ações de promoção da saúde, prevenção, recuperação, reabilitação de doenças e agravos mais frequentes. A metodologia envolve equipes multiprofissionais e integração com demais áreas do atendimento social.

Via Agência Estadual de Notícias

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email