sexta-feira, 24
 de 
setembro
 de 
2021

Fumicultores comemoram a chegada da chuva e intensificam o plantio

José e Luciane aproveitaram as chuvas desta semana para realizar o plantio da nova safra de tabaco em Piên. Foto: Arquivo/O RegionalA agricultura é uma das atividades que estão sendo prejudicadas pelo longo período de estiagem que assola todo o Paraná. Milhares de produtores precisaram adiar o plantio de muitas culturas e aqueles que iniciaram o cultivo antes da chuva, molhavam manualmente suas plantas.

Nesta semana, a tão esperada chuva chegou e permitiu que, principalmente, os fumicultores pudessem dar início ao plantio de uma nova safra de tabaco. Ao longo dos últimos dias, foi intensa a movimentação em toda a região para mudança das mudas de fumo para a roça.

Com mais de 30 anos atuando na fumicultura, o casal Luciane e José Biaobock, da comunidade de Palmitos de Cima, em Piên, comemorou a chegada da chuva e foi a campo para iniciar uma nova safra. “A chuva veio na hora certa! Após o período de espera, com as mudas nos canteiros, iniciamos nesta semana o plantio de cerca de 70 mil pés”, conta.

A família também está planejando a produção de outras culturas, para complementar a renda. “Estaremos plantando salsa, milho e feijão. Nossa expectativa é que esta safra seja ainda melhor que a do ano passado”, relata.

Rentabilidade – O fumo é considerado uma das principais culturas adotadas pela agricultura familiar local. Conforme dados do Valor Bruto da Produção Agropecuária de 2019, o produto foi responsável por render R$ 304 milhões aos dez municípios do suleste paranaense, tendo como destaque a cidade de Piên, que respondeu por R$ 96 milhões.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email