sábado, 25
 de 
maio
 de 
2024

FGV manifesta interesse em realizar o concurso da Alep

Deputado detalhou sobre o andamento do processo, com interesse da FGV. Foto: Valdir Amaral/ALEP
Deputado detalhou sobre o andamento do processo. Foto: Valdir Amaral/ALEP
De acordo com o presidente da casa, Ademar Traiano, Fundação Getúlio Vargas (FGV) se interessou em realizar o certame, que deve ofertar cerca de 200 vagas

O presidente da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), deputado Ademar Traiano (PSD), afirmou em entrevista coletiva realizada na última segunda-feira que a Fundação Getúlio Vargas (FGV) manifestou interesse em realizar o concurso público do legislativo estadual.

A Fundação Getúlio Vargas é reconhecida pela expertise em planejamento e aplicação de concursos, com participação desde a elaboração do edital, a contratação e a capacitação de colaboradores até a confecção de questões, execução das etapas e apreciação de eventuais recursos.

Na oportunidade, Traiano detalhou o andamento do processo. “Após as universidades paranaenses declinarem, havia conversas com a Universidade Federal do Paraná. Mas a UFPR só poderia promover as provas a partir de julho do próximo ano, o que não nos interessava. Então, queremos nos reunir com a Fundação Getúlio Vargas para a realização das provas em dezembro, janeiro ou fevereiro”, afirmou.

O presidente destacou ainda que o concurso visa recompor os quadros do legislativo com a aposentadoria de funcionários efetivos. “Com promoções e progressões que nós concedemos aos servidores antigos, imaginamos que até janeiro e fevereiro, em torno de 100 servidores efetivos se aposentem”, comentou.

A expectativa da Alep é ofertar 200 vagas com exigência de formação com nível superior e salários a partir de R$ 4 mil. Os cargos do processo seletivo serão definidos pela Comissão Especial formada por servidores para estudar os detalhes do concurso.

A realização do concurso foi anunciada em março, pelo presidente Traiano, juntamente com o primeiro-secretário, deputado Alexandre Curi (PSD), e a segunda-secretária, deputada Maria Victoria (PP). Atualmente, a Administração do Poder Legislativo conta com 191 servidores efetivos e 386 servidores comissionados.



Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email