sábado, 25
 de 
maio
 de 
2024

Famílias desabrigadas em Rio Negro são levadas a hotel

Famílias atingidas pelas chuvas estão sendo levadas para hotéis no município. Foto: Assessoria de Imprensa/Prefeitura de Rio Negro
Famílias atingidas pelas chuvas estão sendo levadas para hotéis no município. Foto: Assessoria de Imprensa/Prefeitura de Rio Negro
Primeiras famílias afetadas pelas chuvas são levadas a hotéis e pousadas com diárias pagas pelo governo estadual

Famílias e moradores de Rio Negro que estão desabrigados começaram, no último domingo, a se hospedar em hotéis do município, onde irão permanecer por, pelo menos, 15 dias. Elas são as primeiras pessoas beneficiadas pela determinação do governador Carlos Massa Ratinho Junior, na última quinta-feira, de que os desabrigados sejam levados a hotéis e pousadas com diárias pagas pelo governo estadual.

Rio Negro está em situação de emergência desde o dia 8 de outubro devido às cheias do rio Negro e do rio Passa Três. A medida de hospedagem é prevista nos serviços de proteção de emergência e calamidade pública dentro da política da Assistência Social, segundo o governo estadual. Na sexta-feira o governo anunciou R$ 1 milhão para custear o serviço.

Acompanhando a entrada das famílias no hotel, o prefeito James Valério, juntamente com o secretário estadual do Desenvolvimento Social e Família, Rogério Carboni, e do secretário estadual de Justiça e Cidadania do Paraná, Santin Roveda, além da equipe da Secretaria Municipal de Assistência Social e da Defesa Civil, destacou a importância da iniciativa. “Agradecemos pelo empenho do Governo do Estado do Paraná, que é referência nesta assistência às pessoas que mais precisam. Rio Negro agradece”, enalteceu.

O casal Cristian e Aline com os seus quatro filhos foi a primeira família atendida, agradecendo o acolhimento. “Estávamos sendo bem tratados no abrigo municipal e fizemos boas amizades por lá, mas aqui teremos mais segurança e conforto, principalmente para as crianças”.

De acordo com o secretário da Justiça e Cidadania, Santin Roveda, esta medida adotada pelo governo do Estado reforça o cuidado com a população mais vulnerável neste momento.  “Nos abrigos, mesmo bem cuidadas, há pessoas em situações de maior vulnerabilidade, com saúde delicada, idosos acamados, mulheres grávidas, autistas. O governo estadual quer cuidar dessas pessoas. Por esse motivo, o governador determinou a contratação de hotéis e pousadas, e é isso que estamos fazendo hoje, trazendo essas pessoas para um conforto maior, com café da manhã, almoço e jantar. Tratados, da melhor maneira, tratados como hóspedes”, afirmou.

A Secretaria de Justiça e Cidadania e a Secretaria do Desenvolvimento Social e Família são responsáveis pelo levantamento da situação dos desabrigados nas cidades atingidas pelas inundações. Em Rio Negro a disponibilidade e a gestão das vagas são coordenadas pela Secretaria de Assistência Social.

Conforme a determinação do Estado, as vagas são destinadas, em especial, para os acamados, crianças, gestantes, idosos e pessoas que estejam em situação de vulnerabilidade, todos que já estejam em um dos abrigos municipais.



Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email