sábado, 15
 de 
junho
 de 
2024

Estado confirma mais de R$ 100 mi para fortalecimento de ações na saúde

Secretário de Saúde participou da assinatura de liberação dos recursos. Foto: Sesa
Secretário de Saúde participou da assinatura de liberação dos recursos. Foto: Sesa
Recursos, anunciados durante o 36º Congresso do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems), contemplam desde a vigilância em saúde até ações para pesquisa de doenças graves e financiamento hospitalar

O governo do Estado anunciou, na última quarta-feira, durante o 36º Congresso do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems), em Foz do Iguaçu, a liberação de mais de R$ 100 milhões em recursos para programas já em andamento. O documento foi assinado durante o 36º Congresso do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems), em Foz do Iguaçu. Ao todo, serão três grandes repasses, contemplando desde a vigilância em saúde até ações para pesquisa de doenças graves e financiamento hospitalar.

O Programa Estadual de Fortalecimento da Vigilância de Saúde (Provigia) receberá um dos maiores investimentos, saltando de R$ 30 para R$ 50 milhões, destinados às ações e estratégias de vigilância nos municípios.

Na oportunidade, o secretário da Saúde, Beto Preto, destacou que os recursos vão aprimorar os serviços de saúde em todo o Paraná. “Estes são recursos que transformam a realidade da saúde de todos os 399 municípios do Paraná. O governador Ratinho Junior, desde o início da gestão, tem dado um direcionamento claro para o caráter municipalista do governo, onde as ações possam chegar até a casa dos paranaenses”, disse.

Ainda, houve o anúncio de repasse adicional de R$ 50 milhões no financiamento para o atendimento da Média e da Alta Complexidades Hospitalar. “Sempre tivemos total confiança na gestão da Sesa e do Governo do Estado. Todos esses recursos expressam a boa relação entre as esferas municipal e estadual que cultivamos no Paraná”, afirmou o presidente do Conselho de Secretarias Municipais do Paraná, Ivoliciano Leonarchik.

Outra área que integrou o pacote de investimentos foi o de pesquisa. Numa parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde, Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), Fiocruz e o Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP) foi firmado um termo de cooperação para pesquisa genética da população acometida por cânceres e doenças raras, no valor de R$ 408 mil. Na ocasião, o diretor-presidente do IBMP, Pedro Barbosa, e o diretor-presidente do Tecpar, Jorge Callado, apontaram que a cooperação mostra um cenário moderno e valoroso para a saúde paranaense.

Congresso – Durante as mesas de discussão do Congresso, a Sesa apresentou ações, estratégias e outros investimentos destinados à Atenção Primária à Saúde, detalhadas pela diretora de Atenção e Vigilância em Saúde da secretaria, Maria Goretti David Lopes. “Apenas neste ano, o governo do Estado destinou repasses que somam mais de R$ 150 milhões para áreas de atuação direta da Atenção Primária em Saúde. Estes investimentos são fundamentais e vão desde equipamentos para UBS até custeio de serviços de uso diário da população”, destacou.

Entre os recursos liberados, destaca-se o Incentivo Estadual de Investimento para Transporte Sanitário, num total de R$ 88,19 milhões. Além dos recursos destinados ao transporte sanitário, também foi exposto aos gestores municipais outras ações de custeio e incentivo realizadas pela Sesa, como para a Atenção Primária à Saúde e Saúde Bucal, o valor ultrapassa R$ 50 milhões ao ano, e em equipamentos de UBS, o montante supera R$ 10 milhões.



Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email