quinta-feira, 23
 de 
setembro
 de 
2021

Empresa faz doação de testes rápidos em Tijucas

Entrega do material foi realizada pelos representantes da empresa na última terça-feira à equipe da prefeitura. Foto: DivulgaçãoUm dos métodos mais importantes para minimizar o contágio do novo coronavírus é a realização de testagem em massa. Com este processo, são identificados, por exemplo, pacientes assintomáticos e providenciado o afastamento necessário. Em Tijucas do Sul, a Secretaria de Saúde recebeu na última terça-feira a doação de 25 kits de testes rápidos.

Este material foi doado pela empresa I.G. Transmissão e Distribuição de Energia S.A., que atua como terceirizada no município e que no mês de junho registrou um surto de Covid-19, tendo 24 de seus 50 colaboradores infectados pela doença. “A Secretaria de Saúde cumpriu os protocolos de atendimento e fez tudo o que estava no alcance para preservar a saúde dos nossos profissionais. Entendemos que esta doação de insumos é uma forma de retribuir, colaborando para que este trabalho continue e a presença do vírus seja identificada de forma mais precisa”, destaca o gerente da empresa, Silvio Cantieri.

Com o surto da doença em seus colaboradores, a empresa I.G. reforça a importância da realização de testes. “Conforme a possibilidade de cada empresário, é importante proporcionar que os funcionários passem pela testagem. Isso auxilia a frearmos o contágio e ajuda o sistema de saúde a atender a demanda, visando superar toda esta pandemia”, enfatiza Cantieri.

De acordo com a secretária municipal de Saúde, Edite Rocha, foram realizados mais de 100 testes rápidos no município. “Isso corroborou que casos confirmados fossem identificados e assim isolados, conforme o protocolo de atendimento. A testagem tem sido a forma mais eficaz para minimizar os efeitos da Covid”, ressalta Edite, salientando que o material de testes é repassado pelo Estado. “A utilização segue um extenso protocolo”, explica.

A pretensão é utilizar estas doações para a testagem dos profissionais de saúde que apresentarem sintomas da doença. “A equipe está na linha de frente de combate e é mais suscetível ao contágio. Já tivemos uma profissional infectada e esta ajuda é importantíssima para cuidarmos dos servidores, mantendo a força no combate à pandemia”, conclui.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email