sábado, 2
 de 
julho
 de 
2022

Em dez meses, preço do diesel subiu 23% na região e da gasolina 12%

Aumento no preço do diesel foi o que teve o maior percentual. Foto: Arquivo/O RegionalOs motoristas da região viram disparar os preços dos combustíveis nos últimos meses. Desde julho de 2017, quando a Petrobras começou a ajustar diariamente os valores, em linha com variações no mercado internacional, os preços nas bombas são modificados com maior frequência.
O proprietário de posto de combustíveis Ediberto Dranka, de Piên, revela que estas constantes diferenças são ruins também para os estabelecimentos do gênero. “É difícil acompanhar o mercado e temos que alterar os preços nas bombas com maior frequência”, cita, revelando que as pessoas estão abastecendo menos.

Os derivados do petróleo são os que apresentaram maiores diferenças. De acordo com levantamento deste semanário, nestes dez meses, o preço do litro do diesel na região suleste paranaense subiu 22,8%, chegando a uma média de R$ 3,45, enquanto que o da gasolina comum teve reajustes que somam 12,1%, chegando atualmente a R$ 4,18 em média. O etanol, por sua vez, teve reajustes menores, com alta de 6,8% neste quase um ano; a média na região é de R$ 2,98 por litro.

O valor médio mais barato do litro do diesel foi verificado nos postos de Contenda, com R$ 3,35, enquanto que o mais caro em Tijucas do Sul, a R$ 3,50. No caso da gasolina, o litro mais barato foi constatado em Fazenda Rio Grande, com R$ 3,97 em média, e o mais caro em Rio Negro, a R$ 4,30. Já o etanol tem os menores preços em Tijucas do Sul, a R$ 2,81, e os maiores valores do litro em Quitandinha, com média de R$ 3,19 nos postos da cidade.

Para os carros bicombustíveis, que podem ser abastecidos tanto com gasolina, como também com etanol, a vantagem, analisando valores e desempenho de ambos os combustíveis, é abastecer com o derivado do petróleo na grande maioria dos municípios da região. Apenas em Agudos do Sul e em Tijucas do Sul, o etanol é mais vantajoso, com o seu preço médio sendo inferior a 70% do valor da gasolina.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email