segunda-feira, 14
 de 
junho
 de 
2021

E semana que vem temos o Natal

Nesta semana já iniciamos os preparativos para o Natal. Dia em que os cristãos comemoram o nascimento de Jesus Cristo. Segundo alguns registros esta data é comemorada nos moldes atuais há mais ou menos 1.600 anos. A Igreja Católica no ano 350, no século 4, por meio do Papa Júlio I, instituiu a data. A troca de presentes seria uma referência aos três Reis Magos (Baltasar, Gaspar e Melchior) que presentearam Jesus Cristo em seu nascimento com ouro, incenso e mirra.

Nesta questão dos presentes devemos ter muita atenção. Do que precisamos? Qual a necessidade de comprar? Já não temos tudo o que precisamos para viver? Temos condição financeira de fazer dívida? Embora sejamos seduzidos pelos anúncios midiáticos de promoções “incríveis” devemos ter responsabilidade ambiental e econômica também.
Ambiental na geração de mais resíduos desde embalagens desnecessárias (várias no mesmo produto) que nem sempre são encaminhadas para Cooperativas de Catadores até objetos sem utilidade que mais cedo ou mais tarde serão descartados. Econômica porque em um cenário de crise devemos ter muita responsabilidade em nossos gastos. O SarsCov2 está sendo devastador na economia mundial e ainda não temos como construir um cenário de recuperação.

Tempo então de avaliar o cenário e contribuir para um planeta melhor em um ano que nos fez manter o distanciamento social e ter a certeza de que devemos cuidar melhor de nosso planeta. Não existe “plano B”. Só temos a Terra e a nossa casa deve ser bem cuidada. Que o espírito natalino nos traga a valorização de bens imateriais que nos tornem seres melhores.

Por: Raphael Rolim de Moura – Biólogo, Especialista em Gestão e Planejamento Ambiental, Mestre em Meio Ambiente e Desenvolvimento. Professor universitário e atualmente ocupa Diretoria na Comec

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email