sexta-feira, 22
 de 
outubro
 de 
2021

Duas novas unidades básicas de saúde são inauguradas na Lapa

Prefeita Leila Klenk entregou oficialmente a obra da unidade de saúde do Conjunto Dib Manne. Foto: Assessoria de Imprensa/Prefeitura da LapaUma das prioridades da prefeita da Lapa, Leila Klenk, esteve em melhorar a estrutura de trabalho do poder público. Vários investimentos em setores prioritários, como a Saúde e a Educação, foram realizados pela prefeitura. Na última semana, mais duas unidades de saúde foram inauguradas.
As estruturas foram construídas com recursos na ordem de R$ 816 mil, angariados através do Ministério da Saúde com contrapartida da prefeitura.

No Conjunto Dib Manne, o prédio foi nomeado Unidade Básica de Saúde Doutora Maria Lúcia da Silveira. Já no Assentamento do Contestado, a homenagem foi concedida a Francisca Roberta “Chica Pelega”. “São mulheres que têm histórias fantásticas e que contribuíram de forma significativa”, destacou a prefeita Leila Klenk.

Com a conclusão das obras, cada unidade contará com área construída de 394m², em mais de 30 ambientes, como recepção, banheiros, consultórios, sala de agentes, de atividades coletivas, de vacinas, de curativos, estocagem e dispensação de medicamentos, entre outros. “Esses investimentos atendem reivindicações da população. É um legado que fica para o município, garantindo um atendimento mais amplo e humanizado aos moradores”, salientou Leila.

Inauguração da unidade de saúde do Assentamento do Contestado reuniu moradores na última semana. Foto: Assessoria de Imprensa/Prefeitura da Lapa

Homenageadas – Maria Lúcia da Silveira foi a primeira médica nascida na Lapa e a primeira médica e antropóloga do Paraná. Foi professora, perita, escritora, defensora da Saúde Pública e da Atenção Básica, desenvolvendo importantes trabalhos. Faleceu em Curitiba no dia 25 de abril de 2010.

“Chica Pelega”, ao lado de São João Maria, é uma das figuras lendárias do oeste catarinense, do período da Guerra do Contestado. Chica é reconhecida como herdeira de João Maria no que se refere aos saberes sobre as plantas medicinais e o cuidado com as pessoas. Por usar a veste para cavalgar pelos campos, acabou adquirindo a alcunha de “Chica Pelega”. Sua morte ocorreu em batalha da Guerra do Contestado, em 1914, na cidade de Taquaruçu.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email