sábado, 25
 de 
maio
 de 
2024

Detonação de pedreira resulta em material para estradas rurais em Quitandinha

Detonação da pedreira possibilitou a utilização de material para estradas rurais. Foto: Assessoria de Imprensa/Prefeitura de Quitandinha
Detonação da pedreira possibilitou a utilização de material para estradas rurais. Foto: Assessoria de Imprensa/Prefeitura de Quitandinha
Localizada na comunidade de Doce Fino, detonação resultou em mais de 6,5 mil metros cúbicos de material para revestimento primário das vias da área rural
Por Bianca Caroline

Com uma extensa malha viária na área rural para manutenção e conservação, a prefeitura de Quitandinha tem buscado mecanismos para a boa utilização de materiais, bem como do maquinário na execução dos trabalhos. Recentemente, um espaço bastante conhecido da população local ficou evidente e deve auxiliar nas atividades de recuperação das estradas.

Trata-se de uma cascalheira, localizada na comunidade de Doce Fino, popularmente chamada de Saibreira da Batistela, a qual teve o conhecimento do prefeito Zé Quirera, que após ver a qualidade do material existente, entrou com recursos e liberações necessárias para o possível uso.

De acordo com o prefeito, após usar todo o material que conseguia com a escavadeira hidráulica para manutenção das entradas, restaram as rochas que só poderiam ser usada com uma detonação. “Após toda a liberação dos órgãos competentes, inclusive do Exército Brasileiro, começou o processo de detonação, dentro de todas as autorizações necessárias para que a explosão acontecesse, de forma histórica”, lembra.

O gestor detalha que 96 furos com aproximadamente 10 metros de profundidade, numa malha de 2.5×3 metros, resultaram na detonação de aproximadamente 6,5 mil metros cúbicos de material prontos para revestimento primário das estradas. “Essa medida tem nos ajudado muito a avançar na melhoria das vias. As estradas em ótimas condições de uso é um compromisso firmado com o povo desde o início do mandato, e o mesmo tem sido feito. Se tem bueiro que a chuva levou, nós vamos arrumar, se tem estradas em más condições de tráfego por conta das chuvas das últimas semanas, nós vamos arrumar”, concluiu.

Com custo aproximado de R$ 150 mil, a ação de detonação na saibreira possibilitará a recuperação de 100 quilômetros de entradas rurais.

 



Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email