terça-feira, 26
 de 
outubro
 de 
2021

Décimo terceiro salário fortalece economia local neste final de ano

João Basílio reservou boa parde do décimo para a compra de presentes e outras aquisições de final de ano. Foto: Arquivo/O RegionalCom a chegada do final do ano, cresce a expectativa em relação ao aquecimento da economia, principalmente com o pagamento do 13º salário. Estima-se que deverão ser injetados na economia brasileira R$ 196,7 bilhões com o rendimento adicional dos trabalhadores.

Este montante representa aproximadamente 3% do Produto Interno Bruto (PIB) do país. Cerca de 84 milhões de brasileiros devem ser beneficiados com o referido pagamento. As estimativas são do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Quarta-feira foi o último dia para as empresas pagarem a primeira parcela da gratificação. A segunda parte deve ser paga até 20 de dezembro. Mesmo com o atual cenário econômico do país, a chegada do 13º deve impulsionar as vendas neste final de ano na região.

Neste ano, segundo uma pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), a maioria dos brasileiros, cerca de 53%, pretende gastar boa parte do 13º salário em compras de Natal. 10,8% pretendem gastar todo o valor.

Morador de Mandirituba, João Basílio Filho declarou que neste ano vai gastar a maior parte do 13º com compras de final de ano e festividades da época. “Boa parte será gasta em presentes, principalmente para os filhos”, enfatizou.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email