sexta-feira, 24
 de 
setembro
 de 
2021

Cultivo de plantas ornamentais ganha notoriedade em Agudos do Sul e Piên

Ornamentais Bertoldi é uma das empresas com forte atuação no ramo das plantas na região. Foto: Arquivo/O RegionalCom a chegada da Primavera, a estação mais florida do ano, já é comum observar em toda a região o colorido das flores e o paisagismo das plantas ornamentais, cultura esta que vem aparecendo como fonte de renda na agricultura local. Na região, de acordo com o mais recente levantamento do Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP), o cultivo de plantas ornamentais se destaca em dois municípios, Agudos do Sul e Piên, onde o faturamento durante a safra 2017/2018 chegou a R$ 7,7 milhões e R$ 2,2 milhões, respectivamente.

O cultivo de plantas ornamentais na comunidade de Palmitos, na divisa entre Agudos do Sul e Piên, por exemplo, teve início na década de 90, quando Alvino Bertoldi e seu amigo Inácio Ferraz, já falecido, perceberam a oportunidade de cultivar comercialmente plantas ornamentais, mais especificamente o Buxus Sempervirens, pois eventualmente surgiam comerciantes comprando estas plantas cultivadas nos jardins particulares ou fundos de quintais. Bertoldi e Ferraz incentivaram outros produtores a iniciarem o cultivo, mas na época poucas pessoas acreditaram que esta nova cultura poderia trazer retorno financeiro. Com o passar do tempo, outros agricultores também iniciaram a produção de plantas ornamentais e, aos poucos e por conta da boa qualidade dos produtos, a região foi se tornando conhecida nacionalmente. Em 2016, Agudos do Sul foi o primeiro município a exportar plantas ornamentais no Paraná.

Segundo a família Bertoldi, apesar de ser uma atividade rentável, alguns fatores acabam prejudicando o mercado. “Uma das dificuldades da produção da plantas é não ter um preço fixo, ou seja, cada produtor pode fazer seu preço e muitas vezes não têm noção dos custos, vendendo abaixo do valor da produção. Outro agravante que poderá trazer problemas sérios no futuro é que cada vez que vende uma planta produzida no campo, está vendendo também a camada fértil do solo e com isso, dentro de 15 a 20 anos, toda a região que trabalha com planta ornamental poderá deixar de produzir por falta de fertilidade do solo. E devido à pouca margem de lucro, o produtor não tem condições de investir adequadamente no solo e manter ele produtivo, fazendo a rotação de cultura, adubação orgânica e tudo o que é necessário para renovar a terra fértil”, pontua a família.

De acordo com os produtores da Ornamentais Bertoldi, o trabalho com as plantas tem suas particularidades, que possibilitam resultados positivos tanto para a empresa quanto para o consumidor final. “Entre os pontos positivos desta cultura, quando você está consolidado no mercado e com sua clientela, consegue trabalhar com uma programação de produção. É um universo diferente para cada espécie e sempre tem novidade no mercado. Também é a oportunidade de trabalhar com o belo e conseguir transformar ambientes com as plantas”, avaliam.

O engenheiro agrônomo da Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento, Paulo Andrade, avalia que o mercado das plantas ornamentais vem contribuindo para o fortalecimento da economia paranaense. “As plantas ornamentais aparecem na segunda colocação de produção na área da floricultura do Estado e, os municípios de Agudos do Sul e Piên configuram, juntos, com quase 50% da produção estadual”, detalha Andrade, reforçando ainda a cultura de palmeira imperial em Quitandinha. “É uma atividade que também aparece com destaque”, aponta.

Por fim, Andrade pontua que aos poucos a população brasileira tem se adaptado à cultura das flores e plantas ornamentais, buscando o paisagismo e o bem estar nos ambientes. “Com a urbanização, a sociedade tem buscado trazer parte do campo para dentro dos ambientes, procurando flores, plantas e até o gramado. A floricultura, por meio das plantas ornamentais, tem sua importância e vem se mostrando um bom negócio”, finaliza.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email