domingo, 21
 de 
julho
 de 
2024

CTenente dá início à terraplanagem para instalação da empresa Pão Nino

Gerente comercial da empresa, Mauricio de Paula, tem acompanhado o andamento dos trabalhos de terraplanagem. Foto: Arquivo/O RegionalApós cumprir uma série de questões burocráticas e receber as licenças ambientais, a Pão Nino deu início a mais um importante passo para a instalação da empresa no município de Campo do Tenente. Nesta semana, começaram os trabalhos de terraplanagem para preparação do terreno.

De acordo com o gerente comercial da Pão Nino, Mauricio de Paula, a expectativa é de que esta etapa dos serviços seja concluída no prazo de 30 dias. “Posteriormente, vamos iniciar os projetos e definir qual modelo de estrutura vamos construir. Primeiramente, será montado um barracão de 110 X 25 metros, onde será instalada e montada a primeira linha de produção, a qual deverá ter as obras iniciadas e também o início das atividades no ano que vem”, detalha Mauricio. Com a primeira parte em atividade, serão gerados ao menos 50 empregos diretos. “Posteriormente, vamos montar a segunda linha, que terá um novo barracão com a mesma metragem. Estimamos que dentro de 3 a 5 anos estaremos com o funcionamento pleno da empresa, tendo inclusive uma loja para venda direta ao consumidor, em um investimento de cerca de R$ 5 milhões”, destaca Mauricio, salientando que a Pão Nino adotará uma política que visa valorizar a mão de obra local.

Acompanhando passo a passo a negociação para a vinda da empresa ao município, a presidente da câmara de vereadores, Solange Fávaro, destacou a importância deste empreendimento para o município. “Será um empreendimento de grande porte, que irá gerar emprego e renda para dezenas de famílias, sendo um grande avanço para a cidade”, ressaltou.

O prefeito Jorge Quege também destacou a relevância da vinda da Pão Nino para o município. “Cada vez mais vemos no país o desemprego aumentando e com a chegada desta empresa vamos na contramão desta realidade”, enfatizou Jorge, garantindo todo o apoio do poder público municipal. “Buscamos dar o aporte necessário nas questões burocráticas e estamos cedendo parte dos maquinários para a realização da terraplanagem”, concluiu.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email