segunda-feira, 27
 de 
setembro
 de 
2021

Com novo aumento, gás de cozinha pode ser encontrado por quase R$ 100

O gás de cozinha pode ser encontrado por um valor mais caro a partir desta semana, isso porque o preço médio do produto sofreu um reajuste de 5,9% nas distribuidoras, passando para R$ 3,40 por quilograma (kg). O produto passou a ter um reajuste médio de R$ 0,19 por kg.

O anúncio foi feito pela Petrobras na última sexta-feira. Antes do reajuste ser aplicado no produto, na última segunda-feira o gás de cozinha já era encontrado por R$ 93 em Fazenda Rio Grande. Com o novo aumento, esse fornecedor que estava vendendo por R$ 93 terá de ajustar o valor para R$ 98,40.

Em uma pesquisa de preço feita pelo O Regional na última segunda-feira, o produto ainda era encontrado por R$ 80 em Agudos do Sul e Tijucas.

Contraste – no Estado de São Paulo, o produto já é encontrado por R$ 113. Em maio, o valor do gás de cozinha subiu 1,24% em todo o país, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Em janeiro deste ano, a Petrobras elevou o preço em 6%. Em fevereiro, 5,1%. Em março, um novo reajuste foi feito de R$ 0,15 e, no mês de abril, o aumento foi de 5%.

A Petrobras disse em nota que reforça o posicionamento, e que busca evitar o repasse imediato para os preços internos da volatilidade externa causada por eventos conjunturais. “Nossos preços seguem buscando o equilíbrio com o mercado internacional e acompanham as variações do valor dos produtos e da taxa de câmbio, para cima e para baixo”, afirmou a companhia em nota.

A companhia reforçou ainda que os valores praticados nas refinarias são diferentes dos percebidos pelo consumidor final no varejo. A Petrobras lembra que até chegar ao consumidor são acrescentados impostos federais e estaduais, além dos custos para envase pelas distribuidoras e custos dos revendedores.

O proprietário de uma distribuidora de gás em Piên, João Carlos Garcia, afirma que está com um lote antigo para venda e que fará o reajuste nos valores do produto a partir da semana que vem. O empresário afirma que a quantidade de reajustes do gás de cozinha somente neste ano complica a situação financeira das pessoas.

“Nós estamos tendo muito reajuste, um seguido do outro”, comenta o empresário. João afirma que hoje o produto na sua distribuidora está sendo vendido a R$ 86, e com o novo reajuste, o valor final deve subir aproximadamente de R$ 4 a R$ 5.

Vale lembrar que os preços podem variar para mais ou para menos. Em pesquisa, para utilização nesta tabela, foi feito o contato com uma distribuidora de gás de cada município da região suleste.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email