terça-feira, 27
 de 
fevereiro
 de 
2024

Chuvas de setembro favorecem abastecimento de água na Região Metropolitana de Curitiba

Chuvas de setembro registraram índices superiores à média. Foto: Maurílio Cheli/Arquivo/Sanepar
Sanepar informa que na RMC as barragens já chegaram ao nível histórico de antes do período de estiagem, deixando cada vez mais distante a alternativa de rodízio no fornecimento

As chuvas de setembro registraram índices superiores à média pluviométrica para o mês registradas desde 1998 na Região Metropolitana de Curitiba, conforme dados do Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar). O resultado contribui para a regularidade no abastecimento de água.

Na região da Capital, as chuvas de setembro foram de 174 milímetros, acima da média de 125 mm, favorecendo as barragens do Sistema de Abastecimento Integrado de Curitiba e Região Metropolitana (SAIC). Elas estão com nível médio acima de 95%, retornando ao patamar histórico de antes do período de estiagem.

Nesta terça-feira (4), o nível do SAIC chegou a 96,11%, sendo que as barragens do Iraí, Piraquara I e Piraquara II estão com 100% e a do Passaúna, com 87,9%. Esses volumes abastecem com normalidade a população da Região Metropolitana e deixam cada vez mais distante a alternativa de rodízio no fornecimento de água, medida adotada em 2020 e 2021, para fazer frente a escassez severa que afetou o Paraná.

No acumulado deste ano, as chuvas em Curitiba registraram 1.156,4 mm, acima da média de 952,8 mm.

Apesar dos bons números, a Sanepar reforça que o uso da água deve ser racional, sem desperdícios.

Fonte: AEN

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email