segunda-feira, 26
 de 
fevereiro
 de 
2024

Campo do Tenente certifica produtores no SIM e na rastreabilidade vegetal

Prefeito e autoridades fizeram a entrega oficial aos primeiros produtores do município certificados. Foto: Arquivo/O Regional
Primeiros certificados foram entregues na manhã de ontem a quatro produtores rurais do município

Campo do Tenente deu um importante passo na promoção da segurança alimentar e nutricional e consequente valorização da agricultura familiar. Foi o lançamento oficial do Serviço de Inspeção Municipal (SIM) e do Programa de Rastreabilidade da Produção Agrícola Municipal, em evento realizado na manhã de ontem, na Casa Dom Polski.

Na ocasião foram entregues os primeiros certificados de registro no SIM, aos produtores Anisio do Vale e Diego Scheffer, e de rastreabilidade da produção agrícola, para Edvaldo da Cruz e Geraldo da Cruz. Segundo Anisio, do bairro Lageado, que produz linguiça e salame e está há 15 anos no ramo, esta certificação vem como um reconhecimento do trabalho organizado. “É um projeto muito bom, que vai também favorecer a comercialização de forma regularizada”, citou.

O projeto envolve a prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Meio Ambiente, e a empresa Cooltivando. Segundo o poder público local, o SIM abre as portas para comercialização formal dos produtos locais de origem animal. O sistema de rastreabilidade vem no mesmo sentido e garante a procedência da produção vegetal com o registro de todos os passos do cultivo. O município caminha a passos largos para que 100% dos vegetais que vão para a merenda escolar estejam rastreados, sendo pioneiro nisso na região metropolitana.

Presente no evento, o chefe do Núcleo Regional da Seab, João Carlos, parabenizou o município pelo trabalho de legalização dos produtores e dos cuidados necessários para a comercialização. “É um privilégio poder contribuir com tudo isso”, disse.

O prefeito Weverton Vizentin falou do orgulho de ser produtor rural e que o SIM era um sonho. Ele citou que por meio da adesão do município ao Comesp, os produtores poderão vender para 31 cidade da região, levando o nome de Campo do Tenente. “Isso vai favorecer a geração de emprego e renda”, enalteceu. Sobre o serviço de rastreabilidade vegetal, disse que isso também valoriza a agricultura familiar e garante qualidade na merenda escolar.

O secretário municipal de Agricultura, Dycesar de Lima, falou destes trabalhos de sua equipe que objetivam agregar valor ao que é produzido no município, pensando na garantia de qualidade e no futuro. “Foi uma luta, agradeço a todos os envolvidos, principalmente aos agricultores”, concluiu. A mesa de autoridades foi composta ainda pelo representante do IDR, Luis Gustavo, pelo presidente da Cooperante, Guilherme Grein, pelo médico veterinário Marcos Fusco, da Cooltivando, e pelo vereador Juliano da Silva. Também foram entregues certificados aos produtores que participaram do curso de boas práticas e do sistema de rastreabilidade vegetal.



Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email