sexta-feira, 24
 de 
setembro
 de 
2021

Campanha de vacinação contra o sarampo mobiliza unidades de saúde

Pais devem procurar as unidades de saúde para vacinar seus filhos contra o sarampo, que está tendo casos confirmados. Foto: José Fernando Ogura/AENCom a confirmação de casos e mortes relacionados ao sarampo, o Ministério da Saúde iniciou, nesta semana, uma nova campanha nacional de vacinação contra a doença. Em todo o país, a campanha acontecerá com foco em dois grupos, sendo o primeiro de 7 a 25 de outubro destinado a crianças de 6 meses a menores de 5 anos, e a partir de 18 de novembro, a imunização será direcionada aos adultos, entre 20 e 29 anos que não estão com a caderneta de vacinação em dia.

Na região, conforme o último boletim divulgado pelo Ministério, não há casos confirmados da doença. No entanto, as equipes de saúde estão intensificando a busca ativa das pessoas que integram os grupos prioritários e ainda não receberam a dose da vacina.

De acordo com o secretário de Saúde de Piên, Jair Batista, a vacinação é um direito de todos e é uma obrigação dos pais e responsáveis levarem os filhos para receberem a dose. “Iniciamos a nova campanha de vacinação contra o sarampo, que começou na última segunda-feira. Se a criança tiver entre 6 meses e até 4 anos, 11 meses e 29 dias, ela deve ser vacinada. Assim, a criança ficará protegida, com uma única dose, não só contra o sarampo, mas também contra a caxumba e a rubéola, pois será dada a vacina tríplice viral”, comentou.

A responsável pela vigilância Epidemiológica de Mandirituba, Claudia Fehlauer, reforça também a importância da população buscar a vacinação e se proteger do sarampo. “Siga as orientações do Calendário Nacional de Vacinação para proteger você e sua família desde cedo”, afirma.

Dia D – Será realizado em todo o país, no próximo dia 19 de outubro, o Dia D de vacinação contra o sarampo. Nesta data, os pais que não conseguirem levar as crianças para tomar a vacina durante a semana, têm a oportunidade de buscar a unidade de saúde mais próxima e garantir a imunização.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email