terça-feira, 15
 de 
junho
 de 
2021

Buscando recuperação, região já tem queda menor no saldo de empregos

Geração de empregos tem reagido após meses difíceis devido à pandemia. Foto: Gilson Abreu/AENO suleste paranaense teve números menos ruins em junho na comparação com os meses de abril e maio quanto ao saldo de empregos. A análise é baseada em dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta semana pelo Ministério da Economia.

Apesar do resultado do mês passado ainda ser negativo, com 84 postos de trabalho a menos, a região já mostra sinais de equilíbrio e deixa expectativas de que pode se recuperar no que refere aos números do mercado de trabalho, que foram duramente afetados pela pandemia de Covid-19 nos meses anteriores.

Em abril, a perda havia sido de 1.136 e, em maio, de 328. O saldo acumulado do ano ainda é negativo. No primeiro semestre, a diferença entre admissões e desligamentos no suleste resultou em 150 vagas a menos.

Nos números de abril e maio, levando em consideração os dados individuais de cada um dos dez municípios da região, nove cidades tinham mais demissões do que admissões nos dois meses. Em junho, mostrando recuperação, quatro cidades tiveram saldo positivo: Contenda, Lapa, Piên e Rio Negro. Em Tijucas do Sul não houve diferença e nos outros cinco municípios o saldo foi negativo. No acumulado do primeiro semestre, apenas Agudos do Sul, Quitandinha e Rio Negro têm números positivos.

A nível estadual, o Paraná, apesar de no acumulado do primeiro semestre ainda estar negativo, registrou saldo positivo de 2.829 empregos com carteira assinada em junho. Foi o sexto melhor resultado do país e o primeiro balanço positivo após três meses de baixas, apontando certo reequilíbrio da economia.

Segundo o secretário estadual da Justiça, Família e Trabalho, Mauro Rockenbach, o resultado é sinal do esforço do governo para incentivar a abertura de novas vagas e de uma política ativa de estímulos adotada no Estado. “Após três meses de índices negativos, resultado da pandemia e da redução na atividade econômica para controlar a disseminação do coronavírus, o Paraná voltou a apresentar saldo positivo em junho”, destacou.

Em todo o país, o mês de junho terminou com menos 10.984 vagas. O resultado, apesar de negativo, mostra desaceleração no ritmo de perda de empregos no Brasil em relação aos meses anteriores.

Saldo de empregos em junho. Arte: O Regional

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email