terça-feira, 15
 de 
junho
 de 
2021

Auxílio de danos atende quase 300 lavouras de tabaco na região

Suleste paranaense teve quase 300 plantações de fumo atingidas pelo granizo na safra atual. Foto: Arquivo/O RegionalA Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra) dá início, no próximo dia 23, ao pagamento do auxílio às lavouras de tabaco da safra 2020/2021, atingidas pelo granizo. O levantamento da entidade aponta para 23.740 áreas afetadas pelo fenômeno desde o início da atual safra do fumo.

Considerando os números de toda a região, o balanço da Afubra contabilizou, até o último dia 13, 290 lavouras com prejuízos causados pela queda de granizo. Rio Negro é a cidade com o maior número, com 122 plantações atingidas.

De acordo com o tesoureiro da Afubra, Marcílio Laurindo Drescher, a primeira liberação dos valores do Sistema Mutualista contempla os associados que liquidaram suas ordens de pagamento (OP) até o dia 09 de fevereiro e o montante da primeira parcela é de R$ 42,5 milhões, ou seja, mais de 40% do valor estimado de pagamento até o momento. “O dinheiro é repassado de forma integral e obedece rigorosamente a forma optada pelo produtor no momento da inscrição da lavoura”, diz.
Drescher ressalta que, passada a data da primeira liberação, os demais pagamentos passam a ser semanais. O encerramento acontece quando o processo atinge todos os fumicultores com direito ao benefício.

Na avaliação do presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Piên, Agnaldo Martins, onde são contabilizados 65 casos de lavouras afetadas, a medida é uma forma de trazer segurança ao fumicultor ao longo da safra. “O seguro é algo necessário, que tem custo baixo e é de rápido atendimento. Muitos agricultores optam por não fazer o seguro e são atingidos pelo granizo, trazendo inúmeros prejuízos à lavoura. Todo fumicultor pode fazer o pedido diretamente com a Afubra ou procurando o Sindicato, que dará as orientações necessárias”, pontua.

Número de lavouras. Arte: O Regional

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email