quarta-feira, 17
 de 
agosto
 de 
2022

Aulas voltam com a efetiva implantação do ensino fundamental de nove anos

Volta as aulas/Foto:ArquivoNa próxima semana, milhares de alunos estarão voltando às aulas em toda a região. Uma das novidades é a efetiva implantação do ensino fundamental de nove anos, não existindo mais o ciclo de oito séries. Muitas cidades já vinham implantando a nova modalidade gradativamente nos últimos anos, o que se completa agora com a existência do 1º ao 5º ano na rede municipal.
Em Piên, segundo a secretária municipal de Educação, Maristela Wendrechovski, esse processo de mudança vinha ocorrendo desde 2008. “Isso exigiu algumas adaptações e, em alguns casos, até ampliações de número de salas de aula”, enfatiza. Com a mudança, por exemplo, quem estava no ano passado na extinta 4ª série vai agora para o 6º ano – que é agora a primeira etapa na rede estadual; caso tenha reprovado vai para o 5º ano – última etapa na rede municipal na nova modalidade. Quem estava no 4º ano e passou segue normalmente para o 5º ano, ainda na municipal.
Ela explica que o método não causará diferença para o aluno em relação à idade em que ele sairá para o ensino médio, pois na realidade ele está iniciando o fundamental mais cedo. Maristela complementa ainda que os municípios têm até 2016 para se adaptar e fazer com que as crianças com 4 anos estejam na pré-escola. Com relação à idade de ingresso no 1º ano do fundamental, o município tem seguido orientação do Ministério da Educação de matricular quem tenha 6 anos completos até 31 de março.
Mas ainda há discordâncias no país quanto a esta data-corte. Em Agudos do Sul, por exemplo, segundo a secretária do setor, Elange Negrelli, é seguida uma orientação existente no Paraná de que os pais com filhos de 5 anos podem optar em matricular no pré ou no 1º ano.
Nesta cidade, o poder público também vem promovendo ampliações para poder atender a demanda exigida pelo novo ciclo do ensino fundamental. Para ela, o novo método traz um ano a mais de preparação. “Faz com que a criança tenha acesso à alfabetização mais cedo”, completa.
As principais adaptações do ensino fundamental de nove anos estão sendo arcadas pelos municípios, pois na fase estadual continuam sendo quatro anos, com mudanças basicamente na nomenclatura. A 5ª série passa a ser chamada de 6º ano e assim sucessivamente até o 9º ano. Ou seja, quem estava, por exemplo, na 7ª série no ano passado e foi aprovado, vai agora para o 9º ano; se reprovou cursará o 8º ano. O ensino médio prossegue  normalmente.
 
Início do ano letivo
Na rede estadual de ensino, o início das aulas acontece na próxima quarta-feira, dia 8. No suleste paranaense, esta data também marca o começo do ano letivo nas redes municipais de Agudos do Sul, Campo do Tenente, Contenda, Piên, Quitandinha, Rio Negro e Tijucas do Sul. Já em Fazenda Rio Grande, as aulas da rede municipal começam no dia 6 e em Mandirituba no dia 7, enquanto que na Lapa terão início no dia 13 de fevereiro.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email