sábado, 2
 de 
julho
 de 
2022

Após interdição, balsa volta a funcionar na Lapa

Balsa voltou a operar após um longo período sem atender a população/Foto: Prefeitura da LapaUm importante meio de transporte e que estava interditado há cerca de três anos voltou a funcionar nas últimas semanas. Trata-se da balsa que liga a comunidade de Cantagalo, na cidade de Palmeira, ao município da Lapa. Com a volta deste benefício, a população poderá fazer a travessia de forma segura dos 30 metros entre uma margem a outra do Rio Iguaçu. Sem este serviço, o acesso era substituído por um percurso de 85 quilômetros.
A volta deste atendimento era uma reivindicação antiga da população e foi efetivada através de uma parceria entre as prefeituras de Palmeira e da Lapa. Nesta ação conjunta, que custou aproximadamente R$ 30 mil, foram realizadas reforma e pintura na balsa, aquisição de coletes salva-vidas e extintor de incêndio, além de outras melhorias. A prefeitura da Lapa arcou com os custos dos materiais e o executivo de Palmeira com as despesas de mão de obra. O pagamento do registro da embarcação também foi realizado e um balseiro, funcionário público da prefeitura de Palmeira, foi incumbido pelas travessias.
A prefeita lapeana, Leila Klenk, relatou que a balsa havia sido interditada pela Marinha e que a falta deste serviço causava muitos transtornos. “A população necessitava deste meio de transporte, tanto para visitar familiares e amigos na outra margem, como também para escoar a produção agrícola. Sabíamos desta importância e, através deste trabalho unificado entre as prefeituras, foi possível reativar este serviço, atendendo todas as reivindicações de segurança necessárias”, descreveu Leila.
Com capacidade para até 15 toneladas, a balsa funciona durante toda a semana, das 8 às 11h30 e das 13 às 17 horas, gratuitamente. Nos feriados e finais de semana, a travessia é paga.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email