sexta-feira, 20
 de 
maio
 de 
2022

Após ações judiciais, Correios deixam de ser correspondentes bancários

Clientes não conseguem mais fazer saques em dinheiro nos caixas eletrônicos em Piên. Foto: Arquivo/O RegionalEm virtude de uma série de assaltos e da necessidade iminente de investimentos para ampliar a segurança, os Correios anunciaram recentemente que deixarão de atuar como correspondentes bancários do Banco do Brasil a partir do próximo dia 11 de outubro. Esta medida atinge 412 agências em todo o estado e 19 unidades na região.

Segundo a assessoria de comunicação dos Correios, esta medida foi necessária tendo em vista o aumento de decisões judiciais que obrigam a empresa a adotar medidas de segurança para continuar operando como correspondente bancário, entre elas a instalação de porta giratória e contratação de vigilantes. Com esta determinação, os altos custos tornaram inviável a manutenção deste serviço. A nota reforça ainda que os Correios estão adotando uma série de medidas para garantir sua sustentabilidade levando em consideração a situação econômica. Vale ressaltar, que todos os serviços postais serão mantidos.

Na região, os Correios supriam a falta do atendimento com numerário que afetou as agências do Banco do Brasil de Piên e Quitandinha, após as explosões aos cofres. A empresa postal era a única alternativa para os clientes destes municípios realizarem depósitos, pagar contas com dinheiro em espécie e receber benefícios.

Para a empresária pienense Jane Aparecida Letki Rudnick, esta mudança no atendimento acarretará em mais perdas para o comércio local. “A maioria dos clientes mora na área rural e utiliza os serviços do Banco do Brasil. Quando houve a interrupção do serviço com numerário, já registramos uma queda nas vendas, em virtude de que as pessoas iam receber em outros municípios e lá faziam suas compras”, relata Jane, que se mostra favorável à mudança sugerida pelos Correios. “Infelizmente, a população ficará desassistida de um serviço essencial, no entanto, as pessoas que trabalham nos Correios e os próprios clientes estão expostos a frequentes assaltos, já que estes espaços não têm o mínimo de segurança”, concluiu.

Nota Banco do Brasil – O Banco do Brasil informa que a decisão de encerramento dos serviços do banco postal em algumas agências dos Correios deve-se a uma decisão unilateral dos Correios. Quanto às agências próprias, o BB revê permanentemente sua rede de pontos de atendimento para buscar eficiência operacional e adequar os canais de atendimento às demandas de seus clientes. O Banco do Brasil procura oferecer alternativas de atendimento para seus clientes, tais como correspondentes bancários (Coban), portal BB na internet, aplicativo mobile e central de atendimento, além de toda rede de agências físicas. Em relação ao trabalho com numerário, o banco destaca que realiza estudos para mensurar a eficiência das estruturas e verificar sua adequação às tendências de mercado. O BB revê e redimensiona a estrutura da organização em todos os níveis. A rede de atendimento passa por mudanças para se adequar ao novo perfil e comportamento dos clientes, com otimização de estruturas e ampliação de serviços digitais.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email