quarta-feira, 1
 de 
dezembro
 de 
2021

Apaes promovem atividades da Semana da Pessoa com Deficiência

Diversas atividades são realizadas todos os anos pelas instituições para reforçar a inclusão. Foto: Arquivo/O Regional

Entre os dias 21 e 28 de agosto, acontece em todo o país a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla. A iniciativa, que é promovida pela Federação Nacional das Apaes (Fenapaes) e tem como tema ‘É tempo de transformar conhecimento em ação’, contará com uma série de ações com o objetivo de promover o debate as condições reais das pessoas em situação de deficiência intelectual e múltipla no Brasil.

Nas cidades da região, todas as Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes) também estarão mobilizadas na campanha, promovendo atividades junto à sociedade e os alunos atendidos pelas instituições.

A diretora da Escola Padre Ramiro, de Piên, Meri Pereira de Souza, conta que a instituição está elaborando um roteiro dinâmico para abordar o tema com os estudantes e familiares. “Estaremos desenvolvendo atividades que buscam a reflexão, a igualdade e a inclusão social, a fim de chamar a atenção para as necessidades, direitos e a independência da pessoa com deficiência. Este ano, ainda em função da pandemia, os trabalhos serão adaptados, e diariamente serão postados nas redes sociais vídeos, depoimentos e atividades. Além disso, na escola, haverá atividades diferenciadas com os alunos, desenvolvidas pelas professoras”, conta.

Outra instituição que estará empenhada na ação é a Apae de Quitandinha, onde a diretora Aparecida Fátima Machado e a assistente social Camila dos Santos contam como a temática será abordada pela escola. “A Apae de
Quitandinha adquiriu 100 unidades da cartilha ‘Eu tenho Direito’ para distribuir aos associados, as famílias dos respectivos alunos e comunidade. Também será realizado o pedágio, como em anos anteriores com a distribuição de adesivos e flayes que ocorrerá no dia 27, na Avenida Central”, detalham, reforçando a importância da pessoa com deficiência na sociedade. “Esse assunto aponta para o fato de que hoje o Brasil tem uma legislação desenvolvida e atualizada que garante muitos direitos, no entanto, sempre temos que nos questionar se as leis estão sendo aplicadas e colocadas em prática de forma correta e eficaz, se na condição de cidadão não estamos disseminando o preconceito
e de como podemos fazer a diferença em nossa comunidade, melhorando e garantindo a acessibilidade como um todo. Através de nossas ações é possível transformar para melhor essa realidade, superando as barreiras e potencializando a vida das pessoas com deficiência, sempre para o melhor”, finalizam.

Todos os trabalhos realizados pelas Apaes da região ao longo da Semana do Excepcional podem ser acompanhados pelas redes sociais digitais de cada instituição.



Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email