sábado, 21
 de 
maio
 de 
2022

Alto número de ataques a agências bancárias ainda preocupa a região

Agência bancária do Itaú de Piên foi um dos alvos das quadrilhas em outubro do ano passado. Foto: Arquivo/O RegionalOs ataques a agências bancárias e caixas eletrônicos continuam preocupando toda a região. A cidade de Fazenda Rio Grande, por exemplo, teve duas ocorrências logo no primeiro mês do ano e uma ontem, o que já causa receio em relação à diminuição nas estatísticas em 2017.

No ano passado, o suleste paranaense contabilizou 20 ataques a instituições bancárias, um número 4,8% menor do que as 21 ocorrências registradas em 2015. Os números são baseados em dados do Sindicato dos Vigilantes de Curitiba e Região.

Apesar da diminuição, o que preocupa é a violência aplicada pelos bandidos nos ataques. No ano passado, foram várias na região as ocorrências com o uso de reféns e troca de tiros com a polícia, além da intensidade das explosões, que causaram grandes estragos na estrutura de muitas agências.

A cidade do suleste com mais registros de ataques a bancos em 2016 foi Mandirituba, com seis. Em Fazenda Rio Grande foram três ataques e na Lapa também três, sendo que em um deles um homem morreu ao levar um tiro. Quitandinha teve dois ataques e Piên também dois.

Os municípios de Agudos do Sul, Campo do Tenente, Contenda e Rio Negro registraram uma ocorrência cada. Os números em sua maioria são de explosões, mas consideram também arrombamentos e tentativas de assalto.

Prisões – Na última sexta-feira, 19 pessoas foram presas numa operação do Departamento de Inteligência do Estado do Paraná (Diep) suspeitas de integrar uma quadrilha especializada em diversos crimes: desde a explosão de caixas eletrônicos, lavagem das notas, até falsificação de documentos e fraudes na venda de imóveis. Segundo a polícia, foram apreendidos com eles duas pistolas, mais de R$ 20 mil em dinheiro, drogas e munições de diversos calibres, além de dezenas de documentos que eram usados nas fraudes de estelionato.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email