segunda-feira, 21
 de 
junho
 de 
2021

189 municípios do Paraná recebem novos profissionais do Mais Médicos

Cerimônia realizada nesta semana detalhou sobre os atendimentos prestados pelo programa nos municípios. Foto: Divulgação/SesaEm cerimônia, realizada na última quarta-feira, 456 novos profissionais foram apresentados pela Secretaria de Estado da Saúde e passam a reforçar a Atenção Primária nas unidades básicas de saúde de 189 municípios que aderiram ao Programa Mais Médicos, do Ministério da Saúde.

O evento foi no auditório do Guairinha, em Curitiba, e contou com a participação de representantes do Ministério da Saúde, da Educação, do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Paraná, da Associação Médica do Paraná, da Universidade Federal do Paraná, de prefeitos, gestores e profissionais da área. Da região, os municípios de Fazenda Rio Grande, Mandirituba, Quitandinha, Rio Negro e Tijucas do Sul estão sendo contemplados com a chegada de médicos.

Segundo o secretário da Saúde do Paraná, Beto Preto, novas medidas para reforçar o atendimento na área já estão previstas. “E a outra boa notícia do dia é que o governo do Estado, sob orientação do governador Carlos Massa Ratinho Junior, pretende ampliar este programa e busca mais vagas junto a novos editais federais”, contou o secretário, reiterando a parceria com os municípios. “Com o apoio dos secretários municipais de saúde, estamos melhorando a assistência, reforçando as ações e atividades junto à população que mais precisa, fazendo com que o atendimento qualificado chegue a cidades de todo Estado, tanto nas regiões metropolitanas, como no litoral, nas comunidades mais distantes da zona rural e das reservas indígenas”, complementou.

A secretária de Saúde de Tijucas do Sul, Elaine Castro Neves, comentou sobre a adesão do município ao programa. “Renovamos a participação no programa. O profissional iniciou os atendimentos no começo do mês junto à unidade de estratégia de saúde da família Airton Leprevost, no Fagundes, que atende também toda a área rural da região, como Várzea, Pinhal, Ambrósio, Postinho, Córrego Fundo, Rodeio e Ribeirão do Mel”, contou.

Conforme a Secretaria de Estado da Saúde, alguns médicos já iniciaram o trabalho no 16° e 17° ciclo do programa, que foi de dezembro de 2018 a abril de 2019, e outros profissionais no 18° ciclo, do dia 24 a 28 de junho de 2019.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email