sábado, 21
 de 
maio
 de 
2022

Secretaria de Saúde esclarece sobre a falta de médicos em Piên

Secretaria de Saúde do município apontou ações tomadas para atrair os profissionais da área. Foto: Assessoria de Imprensa/Prefeitura de Piên

Pasta afirma que vem buscando alternativas para tornar o município atrativo para a vinda de novos profissionais de medicina

O secretário de Saúde de Piên, Pedro da Silva, falou, nesta semana, sobre a carência de médicos na cidade. Nos últimos dias, a pasta tem enfrentado dificuldades no reforço do quadro devido à falta de profissionais no mercado.

Outro empecilho enfrentado pela municipalidade é que grandes centros oferecem propostas mais atrativas e por isso levam profissionais à estas cidades. Conforme a Secretaria, a dificuldade de contratação de médicos é um problema enfrentado há muito tempo e desde o ano passado foram realizados vários processos de contratação, porém, ainda assim foi difícil trazer médicos para o município.

O secretário Pedro da Silva explica que foram reunidos todos estes trâmites como forma de justificativa para realizar a contratação direta, por dispensa de licitação, para suprir esta falta na cidade, porém, esta forma de contratação não pode ser renovada devido ao fim da pandemia do coronavírus, sendo necessário optar por outras formas de contratação, como é o caso do credenciamento que o município vem realizando. “Para tornar um pouco mais atraente o salário aumentamos o piso para R$ 18,7 mil, porém, nem assim estamos conseguindo atrair estes profissionais”, contou.

De acordo com Silva, várias empresas protocolaram propostas, no entanto, não conseguiram entregar estes médicos, e reiterou que a falta de profissionais não é exclusividade de Piên, e municípios da região estão tendo a mesma dificuldade, principalmente os de interior. “Os médicos acabam optando por atuar em grandes centros pois nestes locais a remuneração é muito mais atrativa”, falou.

Silva apontou ainda que outra situação é que alguns dos profissionais que atuavam na cidade deixaram as atividades em busca de melhores ofertas e reforçou que apesar de toda dificuldade enfrentada, a prefeitura vem fazendo um trabalho de contratação de profissionais. “Pedimos a compreensão da população, é um momento difícil e todos os municípios têm esta dificuldade. Não é falta de recursos, inclusive importante destacar que nós investimos aqui em Piên mais de 25% da arrecadação em saúde, enquanto a lei preconiza apenas 15%”, finalizou.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email