segunda-feira, 4
 de 
julho
 de 
2022

Sala do Empreendedor de Piên apresenta resultados

Sala do Empreendedor atua no atendimento aos cidadãos de Piên. Foto/Divulgação
Órgão faz balanço das ações implementadas e novas estratégias que serão adotadas nos próximos dias 

 

A Sala do Empreendedor de Piên tem apresentado resultados positivos. Desde junho do ano passado, período em que iniciou as atividades, está atendendo e auxiliando os moradores que procuram a formalização de um negócio, ou procuram consultoria para o caso de quem já possui uma empresa. De acordo com um balanço da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, mais de 1.261 empreendedores já passaram pelo local.  

A Sala do Empreendedor fica anexa à Agência do Trabalhador, área central da cidade e conta com uma equipe que é preparada para auxiliar os empresários. No espaço, moradores tem acesso à informações, orientações, qualificação e regularização de atividades.

De acordo com a responsável pela Agência do Trabalhador, Ana Cássia Lima, o trabalho feito com os empreendedores é importante para o desenvolvimento e para a economia de Piên. “Nós ajudamos as pessoas a deixarem o mercado informal e passar a regularizar suas atividades, desburocratizando e simplificando o processo de constituição, alteração e licenciamento da empresa”, afirma. Além desse trabalho, a Sala do Empreendedor auxilia os feirantes que atuam na Feira da Lua, com a abertura de empresas e a entrada no mercado formal.

Segundo a municipalidade, a maioria dos atendimentos se referem a organização de faturamento e das contas dos microempreendedores individuais. Segundo dados do setor, antes da instalação do posto, 71% dos MEI’s estavam irregulares e agora esse índice caiu para 35%. Outra demanda é a ajuda para regularização e parcelamento de débitos com a Receita Federal, a emissão de nota fiscal e do Documento de Arrecadação Simplificada (DAS).

Também é oferecida pela Sala do Empreendedor oportunidades como linhas de crédito, junto à Fomento Paraná, instituição financeira do Estado. Segundo a Sala do Empreendedor, com a linha de crédito, empresas com menos de um ano de atividade tem um valor pré-aprovado de até R$ 5 mil, com três meses de carência e pagamento em 36 meses. Ainda de acordo com o órgão, os juros variam de 1,69% ao mês. Já os micro empreendedores com mais de um ano de atividade, podem adquirir empréstimos de até R$ 360 mil, desde que não haja inadimplência.

No próximo mês será montado um escritório de compras que irá auxiliar e capacitar os empreendedores que desejam vender para órgãos públicos através de licitação. Segundo Ana Lima, as pessoas têm dúvidas de como vender e a Sala do Empreendedor estará auxiliando os empreendedores locais. 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email