sábado, 21
 de 
maio
 de 
2022

Renda Agricultor Familiar auxilia moradora de Quitandinha na fabricação de pizzas

Raquel tem estruturado suas atividades com apoio do programa estadual. Foto: IDR-Paraná

Projeto do governo do Estado, que transfere renda a famílias rurais, ajudou Raquel da Silva Reis a investir em produção de pizzas, garantindo dinheiro para bancar as despesas da casa

Casada e mãe de seis filhos, Raquel da Silva Reis, moradora da comunidade Pangaré Velho, em Quitandinha, se viu em apuros no início da pandemia quando perdeu o emprego. Foi por meio do projeto Renda Agricultor Familiar, do governo do Paraná, que ela encontrou esperança e pôde estruturar a fabricação de pizzas, garantindo renda para bancar as despesas da casa.

Desenvolvido em parceria pelas secretarias estaduais da Justiça, Família e Trabalho e da Agricultura e Abastecimento, IDR-Paraná e municípios, o Renda Agricultor Familiar é uma ação do programa Nossa Gente Paraná para atendimento às famílias rurais em situação de vulnerabilidade social. A iniciativa consiste em um trabalho de assistência técnica e extensão rural, realizado por um profissional do IDR-Paraná, que constrói, juntamente com a família, um projeto de estruturação da unidade produtiva familiar, que pode abranger atividades em três áreas: saneamento básico (construção ou melhoria de banheiro, proteção de fontes, destinação adequada das águas usadas); produção para autoconsumo (avicultura, horticultura, fruticultura, entre outros); e apoio a processos produtivos (geração de renda por meio de atividades agrícolas e não-agrícolas). Cada família recebe um auxílio financeiro de R$ 3 mil para subsidiar essas atividades, recursos oriundos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e contrapartida do Estado.

De acordo com a agricultora, foi o Renda Agricultor Familiar que possibilitou investir na fabricação e venda de pizzas. Atualmente, de acordo com a agricultora, são 75 pizzas entregues na região, com o dinheiro extra contribuindo com renda familiar. “Está ajudando bastante. Esse recurso foi uma bênção porque é uma porta que se abre para a nossa família. Sempre tenho um dinheiro para pagar o gás, a luz, a internet. Me ajudou muito porque eu estava desempregada. Esse programa chegou na hora certa”, afirma.

Antes da pandemia, a empreendedora trabalhava numa pizzaria, onde aprendeu a fazer a pizza e as coberturas. A vontade de empreender sempre ficou limitada pela falta de recursos e, em 2021, a agricultora resolveu arriscar nas massas. No ano passado, Raquel passou a ser atendida diretamente por Renata Lessa, economista do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná – Iapar-Emater (IDR-Paraná) e em conversa com a extensionista, Raquel manifestou a vontade de continuar a fazer pizzas, mas dessa vez de maneira independente.

Diante disso, a ideia foi colocada em prática e Renata incluiu Raquel entre as beneficiárias do projeto Renda Agricultor Familiar e, em dezembro do ano passado, a agricultora recebeu a primeira parcela de recursos. A primeira providência foi fazer a limpeza e regularização da fossa sanitária da propriedade, além da aquisição de um forno elétrico e de ingredientes para fazer as pizzas e começou a fazer a máquina girar.

Visando a qualidade de seus produtos, Raquel também fez um curso de manipulação de alimentos, oferecido pelo IDR-Paraná. A segunda parcela de recursos chegou este ano e foi o suficiente para que Raquel conseguisse comprar uma geladeira usada, além de mais ingredientes para as pizzas e refrigerantes que ela também fornece a seus clientes.



Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email