terça-feira, 22
 de 
junho
 de 
2021

Quitandinha prepara escolas para atendimentos personalizados

Equipe da Educação debateu procedimentos que podem vir a ser realizados em um futuro breve. Foto: Assessoria de Imprensa/Prefeitura de QuitandinhaEm acompanhamento às diretrizes discutidas em encontros da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME), a Secretaria de Educação de Quitandinha estabeleceu um protocolo de atendimento gradativo e escalonado, voltado aos alunos da rede pública municipal que estão sem acesso à internet, ou que ainda encontram dificuldades no novo modelo de aprendizagem à distância.

As ações foram construídas de acordo com as normas vigentes do Ministério da Educação, Secretaria Estadual de Saúde e Ministério da Saúde. Entre as orientações estão o escalonamento de horários de atendimentos, marcações de distanciamento no chão e ao longo dos espaços das escolas, uso obrigatório de máscara de acrílico, não realizar atividades em grupo, entre outras medidas.

A secretária de Educação, Sônia Rauth, que passou as últimas semanas em reuniões constantes com os gestores e pedagogos das escolas municipais, para repassar os métodos e as condutas dentro deste novo protocolo de atendimento personalizado, detalha que isso não significa um retorno às aulas, deixando claro que caberá à Educação a escolha para estes atendimentos. “Sabemos que existe a discussão no âmbito estadual e nas regionais de educação sobre um possível retorno às aulas ainda esse ano, mas este protocolo que montamos não significa que voltaremos com os alunos em sala, ao menos por enquanto. Serão atendimentos personalizados e escalonados, com o mapeamento que possuímos dos alunos que estão com dificuldades no aprendizado”, afirma.

Sônia ainda explica qual o contexto do protocolo e qual é a expectativa da Secretaria ao aplicá-lo. “Nós montamos esse protocolo visando primordialmente atender os 11,3% de alunos da nossa rede municipal que não têm acesso às ferramentas e a internet, principalmente nas localidades mais distantes. Junto com estes, também atenderemos alguns alunos que têm acesso à internet, mas que estão com dificuldade em desenvolver os materiais que enviamos”, reforça a gestora, salientando a necessidade de autorização dos pais para que os atendimentos sejam realizados.

Reforço – Para garantir a segurança nestes atendimentos personalizados, o município prevê uma série de investimentos para realizar a compra de termômetros, máscaras e fazer sanitizações em todos os espaços. A verba para garantir tais compras sairá do recém-chegado investimento de R$ 300 mil, aportados por meio de emenda parlamentar do deputado Luciano Ducci.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email