sábado, 19
 de 
junho
 de 
2021

Quege avalia o trabalho e faz projeção para 2020

Quege quer encerrar seu mandato com as contas da prefeitura em dia e com as obras concluídas. Foto: Arquivo/O RegionalAvançando em diversas demandas, o município de Campo do Tenente teve um ano bastante produtivo e de importantes investimentos realizados. Nesta semana, o prefeito Jorge Quege fez uma avaliação do cenário atual e falou sobre as perspectivas para 2020.

Neste exercício, o município realizou o recape asfáltico da rua André Valenga, uma das principais vias de acesso ao Centro, concluiu as obras das praças do Expedicionário e Anita Canet, a construção do Centro de Convivência do Idoso, além da implantação de calçamento em paver e iluminação em led na Avenida Miguel Komarchewski. “Foram importantes conquistas, algumas delas esperadas há muitos anos e que proporcionaram um grande salto a toda a infraestrutura urbana”, analisa o prefeito. Somado a este pacote de recursos, a prefeitura está em andamento com as obras de pavimentação da rua Augustinho Tiburski, no bairro do Lageado, e do recape das ruas 29 de Outubro e Olívio Belich. “São grandes investimentos e que beneficiarão milhares de pessoas”, salienta. Neste período, o município recebeu também uma série de veículos, entre automóveis, máquinas, caminhões e ônibus.

Além destas obras, a prefeitura adquiriu neste ano uma área de 8 mil metros quadrados, localizada em frente a câmara de vereadores, onde será construído o parque de máquinas. “Este local vai receber toda a frota da prefeitura e irá centralizar todos os veículos”, comenta Quege. Paralelamente, a prefeitura está finalizando a compra do casarão, o qual está avaliado em R$ 2,7 milhões. “Estamos concluindo todos os trâmites e, a partir do próximo ano, vamos contar com esta estrutura, a qual vai unificar importantes departamentos e secretarias”, conta.

Para 2020, o prefeito Jorge Quege ressalta que a prioridade é concluir os investimentos que estão em andamento e dar continuidade aos novos convênios que estão para serem liberados. “Temos a expectativa de avançar em outras necessidades, buscando que o município esteja cada vez mais estruturado”, enfatiza Quege, destacando a necessidade de se manter a austeridade financeira nos gastos. “Ano que vem teremos as eleições e é fundamental que tenhamos um cuidado ainda maior. Queremos encerrar o mandato com todas as contas em dia, para que o próximo gestor possa dar seguimento ao crescimento do município”, concluiu.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email