terça-feira, 28
 de 
maio
 de 
2024

Projeto de música reúne professores em Mandirituba

Professores participaram das oficinas no Teatro Municipal. Foto/Divulgação
Professores e estudantes das escolas Alice Machado e Nossa Senhora do Rocio participaram das atividades

 

Mandirituba recebeu na última quarta-feira o projeto Almanaque da Música Brasileira para Crianças. O encontro foi sediado no Teatro Municipal e reuniu em torno de 50 professores que fazem parte das instituições de ensino do município. Eles participaram de oficinas de capacitação promovidas pelo projeto. Segundo a organização, as atividades tiveram o objetivo de despertar e incentivar a formação educacional na área musical.

O Almanaque da Música Brasileira para Crianças visa fortalecer a identidade sonora brasileira. O projeto faz uso da história da música como ferramenta para inclusão das crianças na apreciação do gênero musical, com obras de compositores que atuaram desde o período colonial, quando a música de câmara chegou ao Brasil.

Sendo assim, o município cumpre com as determinações da Lei 13.278/16, que determina o ensino de música e outras linguagens nas escolas da educação básica. Em 2018 o projeto ganhou força com o incentivo do grupo Positivo, da Fundação Cultural de Curitiba e da prefeitura da capital. Além disso, teve o apoio da Secretaria de Educação.

A Diversa Produções e a Duonovo, que conta com mais de 10 especialistas, criaram um livro que conta a história da música de concerto no Brasil. Além disso, oferecem oficinas de capacitação para professores e concertos didáticos em escolas. Em Curitiba, foram atendidos mais de 300 professores e 5 mil crianças em ações desenvolvidas pelo projeto, que se expandiu por todo o Paraná.

Mandirituba foi um dos municípios escolhidos pelo Almanaque da Música Brasileira para Crianças para receber o projeto, que contou com uma recepção positiva entre os profissionais da educação. A programação conta com concertos musicais realizados para todas as turmas das duas escolas municipais, Alice Machado Ferreira e Nossa Senhora do Rocio, nos turnos da manhã e da tarde. Segundo a pedagoga Jucimara, uma das participantes do Almanaque da Música, os professores participaram ativamente das oficinas e avaliaram como muito proveitosa as atividades.



 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email