domingo, 22
 de 
maio
 de 
2022

Produtores participam de palestra em Mandirituba

Produtores de camomila participaram da palestra. Foto/Divulgação
Palestra foi ministrada por estudantes da Universidade Federal do Paraná e contou com a participação de 25 produtores da região

 

A prefeitura de Mandirituba promoveu nesta semana uma reunião com produtores de camomila para discussão da nova fase do projeto de indicação geográfica. O encontro foi realizado nas dependências da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente.

Segundo a municipalidade, o projeto é uma parceria com o Sebrae-PR e envolve os produtores de Mandirituba que nesta fase abordaram os parâmetros de qualidade e potencial de mercado da produção no município. Ainda de acordo com a prefeitura de Mandirituba, é essa uma importante temática que visa buscar o valor agregado da camomila.

Todas as fases do projeto devem contribuir para o reconhecimento nacional e internacional do município na produção da flor medicinal e deve consolidar o título de Mandirituba como a capital da produção de camomila no Brasil.

A palestra foi ministrada pelas estudantes do curso de doutorado do programa de pós-graduação de Ciências Farmacêuticas da Universidade Federal do Paraná, Cintia dos Anjos, Elisiane de Bona Sartor e Leticia Mazepa. O encontro contou com a participação de 25 produtores da região.

De acordo com a prefeitura, a indicação geográfica de Mandirituba para a camomila tem como objetivo reconhecer a reputação, a qualidade e as características típicas do produto e da sua produção. O reconhecimento deve posicionar o município no mercado de especialidades, caracterizando a planta como especial e a diferenciando pela origem como produto único. 



Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email