segunda-feira, 14
 de 
junho
 de 
2021

Prefeituras determinam mudanças de prevenção

Por meio das redes sociais, prefeito Cesar Matucheski anunciou uma série de determinações impostas em Tijucas do Sul. Foto: Reprodução/DivulgaçãoPara minimizar o contágio da novo coronavírus, todos os prefeitos da região tiveram que adotar mecanismos drásticos nas últimas semanas. Nos dez municípios do suleste paranaense, foram publicados decretos exigindo o fechamento de comércios e determinando o trabalho interno nas repartições públicas, exceto, na área da saúde.

Entre as deliberações adotadas, estiveram a suspensão das aulas e do atendimento nas creches, somado a praticamente todo o funcionalismo que teve restrições de atividades, estando os servidores que compõe o grupo de risco afastados de suas atividades. Já os comércios receberam a recomendação de interromperem o atendimento, exceto, supermercados, panificadoras, postos de combustíveis e outros setores considerados essenciais. Todas estas medidas foram editadas por tempo indeterminado e seguem orientações do governo do Estado.

Em Tijucas do Sul, o prefeito Cesar Matucheski fez um apelo para que a população se conscientize do momento que o país está passando. “Estamos enfrentando uma pandemia e há uma tendência de que os próximos dias sejam ainda mais drásticos e preocupantes. Por isso, todo evento com aglomeração de pessoas está suspenso e até mesmo os velórios estão limitados com duração de 1 hora, sendo permitidos apenas em capelas ”, ressalta Matucheski, enfatizando outros cuidados. “Quem chegou recente de viagem de outros países e estados comunique a Secretaria de Saúde para que haja o monitoramento preventivo. Peço que as pessoas fiquem em casa, não é momento de passear e fazer visitas”, reforça.

Em Campo do Tenente, prefeito, vereadores e secretários estiveram reunidos para deliberar sobre as restrições impostas. Foto: Divulgação

Diversas recomendações também foram determinadas pela prefeitura de Campo do Tenente, por meio de decreto assinado pelo prefeito Jorge Quege na última segunda-feira. “Especialistas e técnicos da Saúde estão norteando todas as decisões que os estados e municípios devem tomar para diminuir o impacto desta pandemia. Vamos fazer a nossa parte neste momento tão difícil e de grande apreensão que estamos vivendo”, salienta Quege, reforçando que a população precisa colaborar. “Só vamos superar esta adversidade com união e ordem. Posteriormente teremos desafios enormes e incalculáveis, no entanto, primeiramente é necessário termos foco único em preservar a saúde e a vida das pessoas”, conclui.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email