terça-feira, 15
 de 
junho
 de 
2021

Politicando 20/12/2019

Contenda

Ainda repercute em Contenda o afastamento do vereador Joaozinho Fernandes (PSDB), um médico e funcionários da Secretaria de Saúde acusados de fraudes na gestão da fila de atendimentos do Sistema Único de Saúde na cidade. Nesta semana, a vereadora Simone Bojano (PMDB) concedeu entrevista declarando que foi ela a autora da denúncia para o Ministério Público. Consta que eram cobrados R$ 200,00 de cada paciente que “furava” a fila do SUS.

Mandirituba

A possível união do vereador de Mandirituba, Felipe Machado (PDT), com os ex-prefeitos Luiz Carlos Chemin e Geraldo Cartário proporciona maior musculatura para sua provável candidatura à prefeitura em 2020. Outra curiosidade no município é sobre o número de candidatos ao executivo na próxima eleição. Pela primeira vez comenta-se da possibilidade de apenas duas candidaturas, o que garante polarização total entre situação e oposição.

Quitandinha

Praticamente é certa a candidatura do ex-prefeito Neco Prado (PDT) na eleição de outubro em Quitandinha. E ainda deve-se confirmar as candidaturas de Maria Julia (PSD) e Zé Quirera. Um quarto nome sairia da câmara municipal, sabe-se que o vereador Amir Lemos (PEN) já colocou o nome à disposição. O atual vice-prefeito, Osmar Ribas (REP) e o ex-prefeito Charles Lipinski (PSL) também tem comentado sobre entrar na disputa. E nas redes sociais o ex-vereador Aurimar Stelff já se declarou candidato. Ou seja, não faltarão opções para o eleitorado quitandinhense.

Reunião entre o presidente da Comec, Gilson Santos, e lideranças de Tijucas do Sul sobre o transporte coletivo. Foto: DivulgaçãoTijucas do Sul

Lideranças de Tijucas do Sul estiveram reunidas nesta semana com o presidente da Comec, Gilson Santos, para tratar de assunto ligados ao transporte coletivo. Já por longa data o município reivindica atendimento metropolitano do transporte, no entanto, enfrenta a dificuldade pela distância com a capital. A Comec se comprometeu em estudar o assunto e apresentar proposta ainda no primeiro de trimestre de 2020.

Agudos do Sul

O presidente da câmara de vereadores, Everson Adolphatto (PSB) divulgou na última semana uma prestação de contas de parte dos trabalhos realizados ao longo do ano. Além das proposições deliberadas, houve a diminuição das diárias de R$ 307,00 para R$ 55,00, a mudança da sede do poder legislativo e o repasse de dois carros da câmara para uso das Secretarias Municipais de Educação e Agricultura. Everson também propôs a extinção do recesso do meio do ano, mas esta iniciativa foi recusada pela maioria dos vereadores que compõem a comissão que analisou a matéria.

Décimo Terceiro

Há previsão de um saldo positivo na economia regional com a entrada dos pagamentos do décimo terceiro salário dos servidores municipais e estaduais. Além do governo do Estado, que já pagou o décimo no último dia 4, as prefeituras também confirmaram que vão passar o ano com o pagamento efetuado.

Mini férias

Com os dias de Natal e Ano Novo caindo no meio da semana, governo do Estado e prefeituras vão emendar os demais dias e com isso o funcionalismo público terá uma mini férias neste fim e início de ano. Se contar de hoje até o próximo dia 6, serão nada menos que 16 dias corridos sem atividade nas repartições públicas. Um belo período para descanso.

Gaeco

Ação simultânea realizada em Curitiba e Guaratuba nesta semana do Ministério Público do Paraná, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), cumpriu sete mandados de busca e apreensão em investigação do crime de fraudes em licitações com a participação de agentes políticos. Foram alvos de buscas em Guaratuba a prefeitura (os gabinetes do prefeito e do procurador municipal e salas da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e do Setor de Licitações do Município) e as casas do prefeito, do chefe de gabinete da prefeitura e da procuradora do município. Em Curitiba, foram cumpridos mandados na sede de empresa que faz a coleta de resíduos em Guaratuba e em duas residências de empresários vinculados à empresa. As investigações apontam ingerência da empresa de gestão de resíduos na elaboração do edital que levou à sua contratação, o que levou ao cancelamento formal da primeira licitação, em 2018.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email