sábado, 29
 de 
janeiro
 de 
2022

Polícia Rodoviária utiliza cães de faro contra o tráfico de drogas no Litoral

Polícia Militar aplica cães de faro contra o tráfico de drogas no Litoral. Foto: PMPR

Aonde os olhos dos policiais militares não encontram, o faro dos cães do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) garante a localização de drogas nas fiscalizações contra o tráfico de drogas no litoral do Estado durante o Verão Paraná Viva a Vida 2021/2022. Com maior público na região por conta das festas de Natal e Ano-Novo, o batalhão está usando equipes de operações com cães nos acessos aos municípios para inibir a entrada de drogas.

Segundo o comandante da 1° Companhia do BPRv, capitão João Waldemar Serpa, a unidade tem acompanhado a movimentação da população nas rodovias estaduais, intensificada pela chegada do verão e do Natal e Ano-Novo. Além de contar com mais policiais militares rodoviários nos postos rodoviários, graças a uma readequação interna de efetivo, também foram preparadas equipes de operações com cães para elevar a eficiência das abordagens e fiscalizações a veículos.

De acordo com o capitão Serpa, o Litoral conta com três equipes especializadas com o apoio de cães, que obtém resultados sólidos diariamente. “A aplicação canina auxilia, em média, no encaminhamento de quatro pessoas por dia por porte de drogas no Litoral. Com isso, conseguimos impedir a entrada das drogas nas cidades antes mesmo de serem comercializadas, cortando o mal pela raiz”, diz.

No início desta temporada de verão, o enfoque da atuação dos cães de faro do Batalhão de Polícia Rodoviária tem sido a fiscalização de ônibus de viagem e veículos de passeio que transitam nas principais rodovias que dão acesso ao litoral paranaense. Do dia 17 de dezembro até esta sexta-feira (24), a aplicação das equipes especializadas com os cães do Batalhão Rodoviário já auxiliou no encaminhamento de 28 pessoas por porte de entorpecente.

O diferencial das abordagens com cães de faro é a agilidade na busca e a eficiência dos resultados. Segundo o capitão, após a revista, o cão entra em cena para fazer uma varredura completa e indicar ao policial o ponto exato onde há alguma porção de droga escondida. O treinamento dos cães para chegar a um nível técnico é iniciado desde o nascimento, focado no adestramento e no fortalecimento das habilidades físicas, principalmente o faro.

No Posto Rodoviário de Coroados, próximo à divisa entre Paraná e Santa Catarina, o pastor belga Malinois, Maximus tem auxiliado os policiais militares nas ações. Nesta sexta-feira, somente em uma hora de trabalho na pista, dois condutores foram flagrados com porções de maconha. Na primeira situação, a droga estava na bagagem, e na segunda ocorrência, a embalagem com maconha estava escondida atrás do painel do carro.

REFORÇO – No dia 15 de dezembro deste ano, o BPRv recebeu um reforço de cinco novos cães farejadores e um canil-móvel para o transporte dos animais. De acordo com as informações da unidade, os cães foram adquiridos por intermédio da verba de reaparelhamento das antigas concessões de pedágio; já o “canil-móvel” foi adquirido através de processo licitatório do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR).

Os cinco cães juntam-se a Hórus e Árius, os outros dois cães que já atuam no batalhão há um tempo, e que agora terão sua aplicação otimizada por conta do recente reforço canino, conforme o plano de atuação desenvolvido pela corporação, razão da grande movimentação de pessoas prevista na região do litoral ao longo da temporada de verão.

Fonte: AEN/PR

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email