quinta-feira, 23
 de 
setembro
 de 
2021

Período do vazio sanitário da soja tem início na próxima quarta-feira

Período do vazio precisa ser respeitado pelo produtor. Foto: Camila Roberta Javorski Ueno/AdaparA Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento, por meio da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), alerta os produtores paranaenses sobre o período do vazio sanitário da soja, que tem início na próxima quarta-feira e segue até 10 de setembro.

Com a medida, determinada pela Portaria número 342/2019 da Adapar, fica proibido cultivar, manter ou permitir a presença de plantas vivas de soja em qualquer estágio vegetativo. A ação é considerada essencial para o manejo e controle da ferrugem asiática, principal praga que ataca a cultura.

A engenheira agrônoma e fiscal de Defesa Agropecuária da Adapar, Marlene Soranso, explica a importância da medida para assegurar a boa produtividade da soja. “A estratégia ajuda a diminuir a presença contínua de esporos do fungo causador da ferrugem no campo, principalmente na entressafra, pois ele permanece ativo em plantas vivas de soja, em plantas guaxas”, pontua.

A mesma Portaria fixa a data de 15 de maio como prazo final para colheita ou interrupção do ciclo da soja.

Produção – De acordo com Departamento de Economia Rural (Deral), vinculado à Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento, na safra 2019/2020 foram produzidas 20,7 milhões de toneladas em 5,5 milhões de hectares. Estudos da Embrapa Soja apontam que quando não são tomadas as medidas de manejo e controle adequadas, as perdas na produção causadas pela ferrugem asiática podem chegar a 75%.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email