segunda-feira, 18
 de 
outubro
 de 
2021

Paraná tem o menor número de homicídios em 12 anos

Balanço Sesp. Foto: Divulgação/AENO Paraná registrou o menor índice de homicídios dolosos desde 2007, ano em que os dados começaram a ser contabilizados oficialmente. Foram 1.955 casos em 2018 em todo o Estado, contra 2.187 ocorrências em 2017, uma queda de 10,6%. A taxa de homicídios por 100 mil habitantes foi de 17,22%.

Dos 399 municípios do Paraná, 37% (146) não registraram homicídios entre janeiro e dezembro, e 28% (113) registraram apenas um ou dois homicídios no período. Os números foram divulgados pela Coordenadoria de Análise e Planejamento Estratégico (Cape) da Secretaria de Estado da Segurança Pública e Administração Penitenciária nesta terça-feira (26).

“Certamente um dos fatores que contribuíram com a redução da criminalidade no Estado, principalmente dos homicídios, é a integração entre as polícias e todos os outros órgãos que compõem a segurança pública. De um lado a prevenção à criminalidade feita pela Polícia Militar e de outro a investigação criminal feita pela Polícia Civil que se somam ao trabalho da Polícia Científica e outros atores, sempre num todo em prol da comunidade paranaense. A integração é uma orientação do nosso governador, Ratinho Junior, que está empenhado em investir em segurança pública para que os cidadãos de bem do nosso Paraná possam andar tranquilos pelas ruas”, disse o secretário de Estado da Segurança Pública e Administração Penitenciária, general Luiz Felipe Carbonell. 

Regiões – De acordo com o relatório, as maiores reduções ocorreram na 20ª Área Integrada de Segurança Pública (AISP) de Londrina (-46%), com cinco municípios; seguida da 11ª AISP de Cascavel (-30%), com 22 cidades; da 19ª AISP de Rolândia (-24%), com 16 municípios; da 18ª AISP de Apucarana (-22,5%), com 26 cidades e da 23ª AISP de Jacarezinho (-21,8%), com 22 municípios da região.

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Péricles de Matos, afirmou que a redução da criminalidade em todo o estado do Paraná é resultado de alguns aspectos: “Operações conjuntas com a Polícia Civil, a intensificação das operações da Polícia Rodoviária Federal e Rodoviária Estadual, pois no Paraná o crime anda sobre rodas, dos batalhões da PM que atuam no estado e que, juntos, formam um efeito sinérgico que eleva o Paraná dentro de um panorama nacional, nos proporcionando, assim, um cenário favorável de redução, principalmente dos homicídios neste estado”.

A capital do Estado registrou 293 homicídios em 2018, uma queda de 21% em relação ao mesmo período do ano anterior. Já na 2ª Área Integrada de Segurança Pública (AISP) de São José dos Pinhais, que compreende 22 municípios da Região Metropolitana de Curitiba, a redução foi de 17,6%.  A tendência foi vista também em outras 12 AISP.

Para o delegado-geral da Polícia Civil, Silvio Rockembach, dois fatores contribuíram para a redução de homicídio ao longo dos anos. “O primeiro foi a intensificação e o combate sistemático ao tráfico de drogas, pois sabemos da estreita relação existente entre tráfico e homicídios, e o segundo fator importante foi o aumento do percentual de elucidação desses crimes pela Polícia Judiciária, pois na medida em que a equipe soluciona mais ocorrências acaba desestimulando a prática de novos homicídios”, afirmou.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email