segunda-feira, 22
 de 
julho
 de 
2024

Micro e pequenas empresas já geraram mais de 600 empregos na região em 2019

Biank recorda o crescimento do quadro de colaboradores durante os dez anos de atividade da LL Informática, que é uma das micro e pequenas empresas. Foto: Arquivo/O RegionalAs micro e pequenas empresas (MPEs) vêm dando importante contribuição na geração de emprego e renda na região. Segundo números coletados recentemente junto a Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho, o suleste paranaense, em um período de quatro meses, teve saldo positivo de 656 postos de trabalho criados por esta categoria de empresa.

Os números são referentes aos meses de janeiro a abril. Eles são baseados em um levantamento do Sebrae, com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia. Em alguns municípios, o segmento das MPEs correspondeu a quase totalidade dos empregos gerados no período. Em Agudos do Sul, por exemplo, em relação aos saldos positivos criados, foram 100% das micro e pequenas empresas.

Uma das empresas que contribuem para estes bons números do setor no município é a LL Informática. O empresário Biank Juvenal de Lima lembra que quando a empresa iniciou as atividades, dez anos atrás, eram ele e mais um. “Atualmente, temos seis empregados diretos e mais dois aprendizes”, conta Biank. A LL atua na manutenção e venda de equipamentos de informática e sistemas de monitoramento e é uma das muitas micro e pequenas empresas que ajudam a região a manter bons níveis de empregabilidade.

Fazenda Rio Grande é onde esta categoria de empresa teve o melhor saldo no quadrimestre na região, com 193. A única cidade do suleste paranaense onde as MPEs tiveram saldo negativo de postos criados foi Contenda, com -45.

Segundo o Departamento de Trabalho, da Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho, a criação de novas vagas no Paraná é impulsionada pelos pequenos negócios. Apenas nos primeiros quatro meses deste ano, as empresas de micro e pequeno porte representaram 69% da geração de vagas, com 26.304 postos criados.

O secretário da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, enfatiza que o número representa uma tendência de melhora nos indicadores econômicos. “O saldo no quadrimestre confirma o crescimento em relação ao mesmo período do ano passado. Isso demonstra o compromisso do governo estadual com a geração de emprego e renda para a população paranaense, já nos meses iniciais de sua gestão”, afirmou.

Segundo o levantamento do Sebrae, o Paraná, com 8.464 novos empregos, foi o terceiro estado do país que mais gerou vagas nos pequenos negócios no mês de abril. O resultado deste segmento corresponde a cerca de 79% dos 10.653 empregos gerados no estado no mês.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email