segunda-feira, 29
 de 
novembro
 de 
2021

Em sete meses, suleste paranaense tem saldo de 3 mil empresas abertas

Apontando para retomada, cresce número de novas empresas. Foto: Arquivo/O Regional

De janeiro a julho deste ano, foram registradas 4.388 aberturas de empresas nas cidades da região. É o que mostram dados do Painel Mapa de Empresas, com referência de janeiro a julho deste ano. Já o número de baixas, que fazem referência ao número de empresas fechadas, foi de 1.351, totalizando um saldo positivo de 3.037 aberturas.

Uma das empresas abertas na região foi a Aliança Sul. Empresa que atua na área comercial em televendas. Segundo o sócio proprietário da empresa, Humberto Miguel Silva, a diretoria identificou oportunidades de expansão da unidade de televendas na cidade de Agudos do Sul no início deste ano.

“Realizamos um estudo baseado nas características e perfil de nossos funcionários, em especial para o teleatendimento, cuja idade concentra-se entre 19 e 25 anos, ensino médio completo e superior incompleto e pouca experiência profissional anterior”, comenta Silva.

O sócio da empresa Aliatar Silva Neto afirma que em contato com a prefeitura de Agudos do Sul, percebeu que não havia atividade de Contact Center e ou telemarketing na cidade, bem como uma carência na oferta de empregos formais para o público recém formado no ensino médio ou técnico.

No 2° trimestre deste ano, os sócios iniciaram as formalizações e pleitos junto à prefeitura para viabilizar a implantação da nova unidade, que foi inaugurada em julho. A Aliança Sul iniciou com 7 contratações no regime CLT em julho e espera, de acordo com informações dos proprietários, até dezembro chegar a capacidade instalada de 15 funcionários.

Segundo Humberto Miguel Silva, o segmento de atuação da empresa teve um impulsionamento na pandemia, em especial pela necessidade cada vez maior de comunicação, internet e dados. “Possuímos grandes clientes que investiram muito neste momento difícil em que vivemos, para possibilitar melhor experiência aos usuários e qualidade no serviço prestado”, comenta.

Em Mandirituba, a Top Mouldings, empresa que fabrica artefatos de madeira, iniciou suas atividades em janeiro deste ano. O empresário Alcion Santos afirma que emprega 23 colaboradores e que há um planejamento da empresa em dobrar o número de contratações nos próximos meses.

Segundo o empresário, a escolha de Mandirituba para instalação da empresa se juntou às qualidades da proximidade do Porto de Paranaguá e também da rapidez do deslocamento até o aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais.

Abertura de empresas. Arte: O Regional



Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email