sexta-feira, 20
 de 
maio
 de 
2022

Educação em Alta, violência em baixa!

Professor Renato Costa. Foto: Arquivo/Pessoal

A educação é o melhor caminho para a redução dos índices de violência no Brasil e no mundo. Não apenas porque sou professor e entusiasta da educação, que faço parte de um grupo desprestigiado e sem a devida valorização da sociedade. Estudos feitos pela Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância), que integra a ONU (Organizações das Nações Unidas) de 2018 e 2019 (Fonte: https://www.unicef.org/brazil), demonstraram que uma educação de qualidade, transforma a vida e o futuro de crianças e adolescentes. A falta de emprego, decorre de diferentes fatores, entre os quais a economia de um país.  A falta de políticas de desenvolvimento econômico capazes de gerar emprego e renda nas cidades empurra muitas pessoas para a informalidade quando não ao ostracismo e a miséria pela falta de oportunidade capacitação da população. Não que isso seja desculpa para a marginalidade e a violência. Ocorre que, investimentos maciços na infraestrutura das escolas, acesso a tecnologias e pesquisa, qualidade de ensino e formação dos professores, podem ser o diferencial competitivo no combate à violência. Uma educação de qualidade pode ampliar as possibilidades de escolha na vida profissional das pessoas. Logo, a educação serve como resposta social na prevenção e combate à violência. O ambiente escolar sendo um lugar seguro, diverso e inclusivo, pode combater as formas de violência em diferentes níveis. Os homicídios por exemplo, são fruto de uma longa escalada de violência que as crianças e adolescentes sofrem no decorrer do tempo. Assim, o ambiente escolar engloba complexidades e diversidades culturais, envolvendo todos na construção de soluções para os problemas.

Experiência – Renato da Costa é graduado em Administração, pós-graduado em Administração Estratégica, Mestre e Doutor em Administração, com estágio de Pesquisa e Docência na Universidad Jaume I no Sul da Espanha em 2017, Pós-Doutorando em Gestão Urbana e Cidades Digitais Estratégicas. É membro da ACCUR-Academia de Cultura de Curitiba, membro da Academia Paranaense de Poesia, professor em nível de Graduação e Pós-graduação, presencial e EAD e autor de 10 livros técnicos e coautor de outros.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email